• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A emocionante história do ""Milagre de Patrick""

POR Arthur Porto    EM Compartilhando coisa boa      29/08/19 às 15h09

Imóvel, sem condições de latir, ficar em pé ou ter qualquer reação. Foi exatamente assim que Patrick foi encontrado. O cachorro, da raça pitbull, estava uma caçamba de lixo, dentro de um saco, na frente de um prédio em Newark, Nova Jersey, Estados Unidos. Ali, no meio do entulho, Patrick parecia estar morto.

Não se sabe ao certo por quanto tempo o cão permaneceu ali. Sabe-se apenas que no momento em que foi encontrado Patrick pesava apenas 7 quilos, cerca de 17 quilos menos do que seria seu peso normal. Para você se ter uma ideia, isso seria o equivalente a uma pessoa de 75 quilos ser encontrada pesando apenas 25. Dá para imaginar?

Entretanto, assim como nos contos de fadas, a história de Patrick teve um final feliz. "Ele está muito bem agora", diz Patricia Scavelli, que, junto com seu marido, cuidou de Patrick. desde que foi levado para um hospital veterinário em Tinton, onde trabalham.

A história

O pitbull ganhou o nome de Patrick porque foi encontrado um dia antes do Dia de São Patrício. Patrick, agora, pesa 25 kg contra os 7 que registrava quando foi encontrado. "Era como se ele não estivesse vivo", lembra Patricia Scavelli.

Como explica Scavelli, no início, Patrick tinha muito medo de estranhos. "Bastava alguém se aproximar para o coitado se mijar todo", disse. Em contrapartida, com o tempo e cuidados adequados, Patrick tornou-se, praticamente, outro cachorro. Hoje, o pitbull se porta como um cão comum, cheia de vida e de energia.

Entretanto, quando chegou ao hospital para receber os primeiros socorros, o cenário era outro. De acordo com Scavelli, era perturbador olhar para Patrick. Como seu estado de saúde não era nada bom, Patrick recebeu teve que ficar cerca de dois meses sob cuidados médicos.

Por cuidar e participar de todo o processo médico de Patrick, Scavelli criou um vínculo sentimental com Patrick.

Maus tratos

O deplorável estado do cachorro foi o que demonstrou que Patrick sofria maus tratos antes de ser abandonado. Após investigações, a polícia descobriu que a responsável por tais atos era Kisha Curtis, ex proprietária do animal. Após julgamento, Curtis foi acusada por negligência e abandono e tortura animal.

De acordo com as autoridades, Curtis não fornecia nem comida e nem água a Patrick. As acusações podem gerar pena de 18 meses de prisão e multa de até 10.000 dólares. Curtis se declarou inocente das acusações.

Ainda segundo as autoridades, antes de ser encontrado, Patrick ficou amarrado em um corrimão de seu prédio por uma semana. Um dos funcionários do edifício encontrou o cão. De acordo com o funcionário, Patrick estava imóvel e sem respirar. O funcionário, por achar que o cão estava morto, colocou Patrick em um saco e, em seguida, na caçamba de lixo. Após o julgamento, Scavello ganhou a guarda de Patrick.

Os Scavellis já tinham Lilly, uma pitbull fêmea, e um gato. Todos são amigos e convivem pacificamente. Patrick criou um vínculo especial com Lilly, seguindo-a e imitando-a. Basicamente, Patrick está aprendendo a ser cachorro de novo, uma experiência que ele nunca realmente pode viver.

Próxima Matéria
Via   NBC New York  
Imagens mdig
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+