icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


A história do homem que queria espalhar o coronavírus

POR Erik Ely    EM Curiosidades      19/03/20 às 12h30
capa do post A história do homem que queria espalhar o coronavírus

No Japão, uma mulher foi infectada por um homem, que queria espalhar o coronavírus. De acordo com relatos, o cidadão esteve em dois bares. E por conta de sua presença, um deles precisou ser todo higienizado.

Segundo a Fox News dos Estados Unidos, na província japonesa de Aichi, um homem, de 50 anos, infectado pelo coronavírus, contou às autoridades locais que "queria espalhar o vírus". Depois de alguns dias, uma mulher, que estava no mesmo pub que ele, testou positivo para o covid-19.

Ele pode ter infectado muito mais pessoas

O cidadão, que teria contaminado a mulher com o coronavírus, passou por um teste para detectar a doença no dia 4 de março. Depois que o resultado saiu, foi revelado que ele tem a enfermidade. O homem esteve em dois bares na cidade japonesa, que fica a 320 quilômetros, a sudoeste de Tóquio. No segundo bar, o indivíduo contou a um funcionário que estava doente e que planejava infectar as pessoas. Por isso, ele intencionalmente tocou uma mulher ao colocar o braço sobre ela. Além de ainda ter cantado no karaokê, naquela noite.

Contudo, ao descobrir o plano do homem, o estabelecimento o denunciou para a polícia e a um centro de saúde. Depois disso, a casa noturna foi revistada pela polícia, que chegou com equipamentos de proteção. Logo depois, o local precisou ser desinfectado. Ainda não se sabe ao certo, com quantas pessoas o homem teve contato naquela noite. Ou ainda, porque ele queria transmitir a doença. De toda forma, pode ser que nunca saibamos a resposta para essas perguntas. Isso porque, o homem morreu, alguns dias após suas tentativas de infectar outras pessoas.

Além do motivo, uma outra pergunta ainda não foi respondida. Afinal, por que o homem não estava em quarentena? Como boa parte dos casos do Covid-19, segundo relatos, ele estava assintomático quando estava bebendo no bar. Dessa forma, ele só fez o teste para a condição, porque seus pais tinham sido infectados. Assim, ele não estava isolado porque a enfermaria local estava supostamente cheia. Por isso, eles pediram que o paciente voltasse para casa e se autoisolasse. No entanto, não foi isso que ele fez.

Uma história parecida aconteceu no Brasil

Recentemente, uma outra história parecida chamou a atenção no Brasil. Na cidade de Curitiba, no Paraná, um homem, de 24 anos, foi preso por organizar um evento no Facebook para espalhar o coronavírus. No entanto, o evento "Lotar o Largo, Pra Pegar Corona e Eliminar a Humanidade" nunca vai acontecer. Tudo porque o homem foi preso, após a criação do evento.

Na descrição do evento, era possível ver regras de seria "proibido" levar álcool em gel e lenços. Além disso, também é escrito que eles lavariam as mãos como "Corote". Dessa forma, o encontro sugerido aconteceria no Largo da Ordem, na cidade de Curitiba. Contudo, vale lembrar que o Governo Federal autorizou o uso da força policial contra quem descumprisse as medidas de combate ao coronavírus.

De acordo com o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, as pessoas que comparecerem ao evento, serão enquadradas como criminosas. Além disso, podem pegar de um mês a um ano de prisão, mais multa e detenção de quinze dias a seis meses.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest