icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


A história do homem que roubou um banco para pagar a cirurgia de mudança de sexo da esposa

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      12/03/20 às 15h09
capa do post A história do homem que roubou um banco para pagar a cirurgia de mudança de sexo da esposa

Parece história de filme, mas é real e, no fim das contas, acabou mesmo se tornando inspiração para um longa-metragem. O filme americano de 1975, Um Dia de Cão, que conta com Al Pacino no personagem principal, se baseia na história real de John Wojtowicz. O ex-militar acabou ficando conhecido por assaltar um banco, por um motivo muito honroso e uma prova de amor. A ideia com isso tudo era pagar a cirurgia de troca de sexo de sua esposa.

Ao terminar os estudos, o jovem John acabou servindo no Vietnã, como militar. Ao retornar para Nova York, ele passou a trabalhar no Chase Manhattan Back. Lá, ele conheceu a sua primeira esposa, Carmen Bifulco. Mas ela estava longe de ser o grande amor da sua vida. Isso porque ele escondia um segredo sobre a sua sexualidade. O que não se manteve por muito tempo. Dois anos depois de conhecê-la, o homem se separou e entrou para a Aliança Ativista Gay. A partir daí, ele começou a se envolver com outros homens. É nessa época, que ele conhece o seu verdadeiro amor e que, a partir disso, mudaria a sua vida para sempre.

Uma prova de amor

O ano era 1971, John conhece e se apaixona por Elizabeth Eden, uma mulher transexual, que antes, atendia pelo nome de Ernie Aron. Naquele mesmo ano, os dois começam a namorar e se casaram em uma cerimônia não oficial. Isso porque, na época, o casamento gay ainda não era legalizado.

O sonho de Elizabeth era passar por uma cirurgia de troca de sexo mas, no começo, John não concordava muito com a ideia. Até que ela acabou sendo hospitalizada após uma tentativa de suicídio. Depois disso, John finalmente percebeu que esse procedimento era realmente importante para a esposa, e talvez, a única forma de curar a sua depressão. Como eles não tinham condições para arcar com o procedimento, ele teve uma ideia. John decidiu que iria roubar um banco, para conseguir o dinheiro necessário para realizar o sonho de Elizabeth.

Para ajudá-lo nessa missão arriscada, ele chamou dois amigos, que conheceu em um bar gay, Bobby Westenberg e Salvatore Naturale. Porém, nenhum dos dois tinha muita experiência e habilidade no crime. Depois de algumas tentativas fracassadas de tentar assaltar um banco, o trio foi assistir ao filme O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola. Após assistirem ao filme, eles resolveram basear o crime, no roteiro do clássico de 1972. O banco escolhido foi o Chase Bank, em Gravesend, no Brooklyn.

O assalto

Então eles partiram para a ação. Ao entrarem no banco, eles deixaram uma caixa de papel, com uma frase parafraseada do filme, que dizia o seguinte: "Está é uma oferta que você não pode recusar".

Eles anunciaram o assalto e renderam todas as oito pessoas que estavam no local. Antes da polícia chegar, o trio de assaltantes conseguiu roubar cerca de US$ 175 milhões em cheques de viagem e US$ 38 milhões em dinheiro.

Com a chegada da polícia, a situação se tornou um verdadeiro show. Estavam presentes agentes do FBI, atiradores de elite, policiais, jornalistas e mais de duas mil pessoas, acompanhando ao vivo o desenrolar do assalto.

John Wojtowicz assumiu a liderança da operação e começou a fazer ordens a polícia. Apesar da demanda, em nenhum momento, ele foi hostil com os reféns. Essa atitude fez com que as pessoas ali presas, começassem a gostar dele, ao invés de temê-lo.

Quando as negociações finalmente terminaram, o FBI anunciou que aceitaria leva-lo ao aeroporto para que pudessem fugir. Porém, tudo não passava de uma armadilha, e ao chegarem ao local, uma equipe de agentes os esperava. A situação gerou uma troca de tiros, resultando na morte de Naturale e na prisão de John.

No fim das contas, o John foi condenado a 20 anos de prisão, mas acabou cumprindo apenas cinco e foi liberado, em 1978. Ele assistiu ao filme, inspirado em sua vida, lançado em 1975, ainda na prisão. Mas ele não gostou muito, de como toda a história foi retratada no cinema.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest