• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A história do planeta que foi engolido pelo próprio ''sol'' e sobreviveu

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      02/12/19 às 14h52

O nosso espaço é extremamente fascinante e cheio de segredos. Cientistas estudam, em tempo integral, o desenvolver dos corpos que o compõem, mas não existem estudos o suficiente que expliquem tudo. Planetas, estrelas, luas, cometas, meteoritos e várias outras coisas que estão vagando por aí e deixando dúvidas. Sem sombra de dúvidas, uma das coisas que mais intrigam os cientistas são os buracos negros. Nascidos a partir da morte de uma estrela, esses buracos sugam qualquer coisa que passe perto, até mesmo um planeta. No entanto, há outro caso que está intrigando estudiosos do mundo inteiro.

Como será que reagem os estudioso ao ver que um planeta foi engolido por seu próprio Sol e sobreviveu a isso? Imaginando isso na Terra, por exemplo, esperamos o fim total do planeta. No entanto, existe mesmo um caso desses e foi pensando nele, que resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos coletou mais informações a respeito da história do planeta engolido que sobreviveu. Já aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

O planeta

A descoberta é um caso extremamente raro e particular. Ele abre diversas possibilidades para que cientistas possam estudar e repensar o que acontece com os explanetas quando suas estrelas morrem. Uma equipe internacional de astrônomos identificou um exoplaneta bastante estranho. A partir de cálculos, o mesmo não deveria ainda existir. Isso porque ele foi totalmente engolido por sua estrela, ou seja, o seu Sol. Isso aconteceu quando ela se transformou no que conhecemos como "gigante vermelha". Por algum motivo, o planeta sobreviveu e está até hoje.

Essa descoberta aconteceu após examinarem as oscilações de um sistema estrelar a 364 anos-luz de distância, segundo o Futurism. A existência do planeta pode representar um grande marco para a astronomia. Isso proporciona aos cientistas inúmeras possibilidades de repensar, o que acontece com exoplanetas, depois que as estrelas morrem.

Gigante vermelha

A estrela, no final do seu ciclo, se torna uma "Gigante Vermelha". Isso é quando ela ganha energia extra para se expandir, assim distribui sua energia por uma área maior e ganha um tom avermelhado. Dependendo do seu tamanho, ela pode explodir e se tornar um buraco negro. Com base nas análises do Satélite de Pesquisa em Trânsito de Exoplanetas da NASA, concluíram que a estrela realmente engoliu o planeta. Esse, de alguma forma, como falamos, sobreviveu.

"A análise estelar parece sugerir que a estrela está muito evoluída para ainda hospedar um planeta. Isso considerando a distância orbital tão 'curta', enquanto a partir da análise do exoplaneta nós sabemos que ele está lá". Essa explicação foi dada por Vardan Adibekyan, co-autor do artigo e professor na Faculdade de Ciência da Universidade de Porto. Esse caso segue em estudo e os cientistas continuam intrigados com o que pode ter acontecido.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour por nosso site.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+