• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A mexicana de 8 anos que tem o QI maior que o de Albert Einstein

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      24/12/19 às 02h13

Não precisa ser nenhum físico ou apaixonado por física, para saber quem foi Albert Einstein. O físico alemão, que desenvolveu a famosa teoria da relatividade geral, é, nada mais nada menos, do que um dos pilares da física moderna, ao lado da mecânica quântica. Einstein foi um dos homens mais inteligentes da história, considerado um verdadeiro gênio. E pelo visto, o mundo está cheio de gênios como o físico, e até mais, inteligentes do que ele, como é o caso dessa garota mexicana. Com apenas 8 anos de idade, a menina já tem um QI superior ao do gênio da física.

Isso mesmo, enquanto Einstein tinha um quociente de inteligência (QI) estimado em 160, a mexicana Adhara Pérez tem o número estimado em 162, um pouco mais do que o físico. A menina, que mora no México, já foi vítima de bullying na escola. Ainda assim, tem planos ambiciosos para o futuro, e sonha ser astronauta, quando crescer.

A menina

Adhara Pérez, de 8 anos de idade, teve a sua história de vida, contada pelo jornal mexicano Yucatan Times. A menina, que sofria constantemente ataques de bullying na escola tem um QI maior do que a maioria das pessoas comuns, e até de pessoas extraordinárias, como o Albert Einstein.

Adhara nasceu na Cidade do México, e aos três anos de idade, foi diagnosticada com síndrome de Asperger, uma condição considera um leve espectro do autismo. A mãe da menina, Nallely Sanchez, contou que a filha sofreu com uma "depressão profunda", devido ao bullying que sofreu na escola, quando estava no primário.

"Vi que Adhara estava brincando em uma casinha e eles a trancaram. E eles começaram a cantar que ela era esquisita. E então, eles começaram a bater na casinha. Então eu disse, não quero que ela sofra", contou a mãe da menina.

Diante dos ataques e abusos que a filha vinha sofrendo na escola, Nallely decidiu procurar ajuda e encontrou a terapia. Foi quando foi identificado, que a menina tinha um QI acima da média, estimado em 162. Desde essa descoberta, a vida de Adhara mudou. Ela foi encaminhada para ambientes escolares específicos e adequados a sua condição. Isso fez com que ela desenvolvesse ainda mais suas capacidades, assim, ela concluiu rapidamente as etapas de aprendizagem. Com 8 anos, a menina encerrou o ensino médio esse ano.

Futuro

Agora, que Adhara já terminou a escola, ela está no processo de obter dois diplomas online. Um deles em engenharia industrial em matemática e outro em engenharia de sistemas. E ela não pretende parar por aí. A menina tem planos ambiciosos para o seu futuro.

Adhara Pérez planeja ingressar na Universidade do Arizona, nos Estados Unidos. Segundo a menina, ele pretende se tornar astronauta, viajar para Marte e ganhar o prêmio Nobel da Paz.

E não restam dúvidas de que ela é capaz disso e de muito mais. E assim como Einstein ela também pode alcançar grandes coisas. Os dois têm mais em comum do apenas um QI alto. Embora seja impossível fazer um diagnóstico definitivo, estudiosos já encontraram sinais no físico, que se encaixam com alguns sintomas da síndrome de Asperger.

Próxima Matéria
Via   UOL     galileu  
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+