• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A moda agora nas Filipinas é transformar cocô de cachorro em tijolos

POR Arthur Porto    EM Ciência e Tecnologia      28/11/19 às 15h09

Um grupo de estudantes, do ensino médio nas Filipinas, realizou algo inovador. Os alunos encontraram uma maneira de converter cocô de cães, em tijolos ecológicos. O objetivo da iniciativa é eliminar os excrementos das ruas da cidade. Além disso, com o novo formato de tijolos ecológicos, os estudantes pretendem também diminuir os custos de construção.

Os alunos, que cursam a oitava série no distrito de Payatas, ao norte da capital Manila, mesclaram fezes secas de cães e cimento, com pó. "Nossas ruas, agora, ficaram realmente limpas", disse Mark Acebuche, orientador de aulas de ciências da instituição.

Com o projeto, que segue em fase de desenvolvimento, o orientador espera que o governo e/ou empresas locais possam se interessar em patrocinar a pesquisa. Com novos recursos, a produção pode melhorar mais ainda.

Segundo os alunos, os tijolos ecológicos são ideais para pavimentar calçadas ou fazer pequenas estruturas, como por exemplo, paredes de quintal. Cada tijolo contém aproximadamente 10 gramas de excrementos de cachorro e 10 gramas cimento. O odor, de acordo com o orientador dos alunos, é fraco e desaparece com o tempo.

Atualmente, Filipinas tem muitos cães de rua. A posse de animais não é regulamentada no país, e regras sobre o cuidado com os pets são pouco implementadas. Quer conferir o trabalho dos jovens? Clique aqui.

Tijolo ecológico

Para quem não conhece, os tijolos ecológicos são modelos que visam um impacto ambiental positivo. Além disso, sua produção reduz o consumo de materiais diversos na área de construção e fortifica conceitos de sustentabilidade, tanto durante sua fabricação, como durante a execução da obra.

A diferença entre os blocos cerâmicos ecológicos e os convencionais vai além da coloração e textura. A resistência à compressão e porosidade/permeabilidade são, por exemplo, outros dos inúmeros fatores.

Independente das diferenças, é importante verificar como deve ser o manejo de um bloco assim. É importante também verificar sua compatibilidade com outros materiais, visto que a variabilidade de composições pode levar a diferentes comportamentos, quando expostos em argamassas cimentícias ou de gesso, por exemplo.

Vantagens

A utilização de tijolos ecológicos proporciona inúmeras vantagens. Um fator importantíssimo, que o material promove em termos de sustentabilidade, é a redução da demanda energética, pois tal setor possui um impacto enorme, na produção de gases do efeito estufa.

Os tijolos ecológicos promovem também inúmeras outras soluções sustentáveis, que vão desde a arborização até o posicionamento de esquadrias e brises, em relação às posições solares. Há também a questão do aproveitamento de resíduos. O material reduz problemas ambientais, que são ocasionados pelo descarte de resíduos em grandes volumes, recolocando, assim, esses resíduos na cadeia produtiva e gerando valor, para os mesmos.

Alguns desses resíduos, seja pela quantidade ou por sua natureza, são responsáveis por contaminar água e o solo. Outro cenário tem a ver com as soluções não convencionais em peças de alvenaria, que podem viabilizar assentamentos e melhorar as condições de vida de pessoas, em habitações precárias.

Por fim, mas não menos importante, a utilização de tijolos ecológicos auxilia na eliminação de juntas de assentamento, promove um ambiente de construção mais limpo e produtivo, em paredes de alvenaria de vedação vertical, que não possuem instalações elétricas ou hidrossanitárias. Sem falar também na facilidade de execução de construções.

Próxima Matéria
Via   escola engenharia     reuters  
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+