icone menu


A substância química que desencadeia enxames de gafanhotos finalmente foi descoberta

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      13/08/20 às 17h51
capa do post A substância química que desencadeia enxames de gafanhotos finalmente foi descoberta

Os gafanhotos são insetos que são encontrados no mundo todo. A alimentação desse animal é somente por meio de folhas. Quando muitos desses animais se juntam, eles foram enxames que são capazes de provocar vários danos às vegetações e plantações.

Eles medem aproximadamente cinco centímetros e tem antenas curtas e grossas. Suas pernas traseiras são longas e fortes e fazem com que esse animal seja um grande saltador. Geralmente, os gafanhotos vivem uma vida sossegada e solitária em vários campos arborizados e pastos. Mas quando eles voam juntos formam um tapete voador que pode bloquear o sol e devastar plantações.

Desde janeiro desse ano, enxames de gafanhotos vem devastando grandes áreas de plantações ao redor do mundo. E até agora os cientistas não tinham certeza do que fazia com que esses insetos se juntassem e abandonassem seu estilo de vida solitário

Substância

Mas de acordo com um estudo publicado na revista "Nature", o gatilho para isso acontecer é que os  gafanhotos respondem a um feromônio chamado  4-vinilanisol (4VA).

O 4VA é específico para aquele tipo de gafanhoto. Mas essa descoberta pode nos dar uma forma de controlar os enxames devastadores como os que estão causando desastres globais.

De acordo com os autores do estudo, o uso do 4VA pode ser para encurralar os gafanhotos em áreas que eles possam ser mortos em massa com o uso de pesticidas.

O gafanhoto migratório é a espécie mais difundida no planeta. E como todas as espécies de gafanhotos eles podem seguir dois caminhos conforme vão amadurecendo. Alguns deles viram animais solitários, e outros se juntam a uma massa coesa. E eles também podem fazer uma transição de criaturas solitárias para viver em grupos a qualquer momento da vida.

Os cientistas pensavam que essa mudança de estilo de vida acontecia por conta de um feromônio expelido pelos outros gafanhotos. E até a descoberta do 4VA eles não tinham descoberto o que esse chamado  químico era.

"Este estudo encontrou o feromônio de agregação há muito antecipado, mas nunca antes descrito, que é responsável por reunir gafanhotos solitários e transformá-los em gafanhotos gregários e perigosos", disse Leslie Vosshall, neurobiologista que escreveu um artigo que acompanha o novo estudo.

Os autores do estudo descobriram que o 4VA era igualmente atraente para os gafanhotos migratórios machos e fêmeas. E também para os jovens e adultos. Além disso, os resultados mostraram que conforme a densidade de um enxame de gafanhotos crescia, a quantidade de 4VA no aumentava. Isso poderia ser uma explicação do porquê os enxames vão chamando cada vez mais gafanhotos solitários.

Os pesquisadores também descobriram que quando quatro ou cinco gafanhotos solitários se aglomeram eles começam a produzir e emitir 4VA. E segundo Vosshall, ele teria, para os humanos, um cheiro doce.

Uso

O neurobiologista disse que os pesticidas "são a única arma eficaz para combater essas pragas de gafanhotos". Mas por conta do tamanho e imprevisibilidade dos gafanhotos os governos e os agricultores são forçados a pulverizá-los de forma desnecessária por toda parte. E esses produtos químicos prejudicam os animais, plantas e até mesmo as pessoas.

Mas com a descoberta do 4VA pode facilitar uma abordagem mais cirúrgica para combater esses enxames. Os autores sugerem que uma versão sintética seja usada para atrair os gafanhotos para armadilhas onde eles possam ser mortos.

Uma outra opção seria impedir os gafanhotos de detectarem o 4VA. Eles detectam o feromônio através de suas antenas. Assim, os pesquisadores pensaram em projetar geneticamente gafanhotos que não tenham esse receptor.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
Via   Science alert  
Imagens News UN R7
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+