• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A Terra está diminuindo e nós nem percebemos

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      24/12/19 às 01h59

Muitas pessoas já se perguntaram se a Terra havia crescido. Tudo por conta do acúmulo de vegetação, ao longo do tempo. No entanto, a resposta é exatamente contrária. De fato, a Terra está diminuindo e nós nem percebemos.

Esse é um efeito que acontece por conta da nossa atmosfera que "vaza". Assim, o planeta perde várias centenas de toneladas de massa para o espaço, todos os dias.

Mas como isso é possível?

Por conta da decomposição, a vegetação da Terra se acumula, mas não em todos os lugares igualmente. Com isso, o vento e a chuva erodem o solo com o tempo. E, mesmo em lugares em que as folhas e outras vegetações se acumulem gradualmente, como turfeiras e deltas de rios, esse material não consegue adicionar esse volume, ao nosso planeta.

Com isso, podemos entender que as árvores são construídas a partir do ar. Claro, ar e outros elementos, como a água, por exemplo. Contudo, a água vem da chuva e do solo. Mas, de fato, a maior parte do restante de uma árvore é carbono e oxigênio. O que, por sua vez, são extraídos por efeito da fotossíntese, vinda do dióxido de carbono do ar. Assim, esse dióxido de carbono vem de outro lugar da Terra. Por fim, ao longo de todo esse processo, nenhum desses processos realmente torna nosso planeta maior ou menor. Dessa forma, nenhuma massa está sendo criada, ou ainda, destruída. Aqui, os átomos estão apenas sendo movidos, de um lugar para outro.

Além desses efeitos, é válido lembrar que a Terra não é tão constante quanto possamos imaginar. Para se ter uma ideia, o espaço, ao redor do planeta, é "empoeirado", cheio de detritos, asteroides, trilhas de cometas e partículas ionizadas que saem do Sol. E claro, enquanto a Terra voa e passa pela poeira, nossa gravidade a esvazia.

Essa poeira entra na nossa atmosfera, flutua e assim, eventualmente, se deposita na nossa superfície. Portanto, esse fluxo de poeira constante, juntamente com outros pedaços maiores na forma de meteorito, adicionam cerca de 38 toneladas de massa à Terra. E só para se ter um ideia, esse processo acontece todos os dias. Com isso, é possível que algumas moléculas de poeira que estão em sua cômoda podem ter chegado recentemente em outro planeta. No entanto, essas 38 toneladas são apenas "poeira" perto do que representa a massa da Terra, que é de 5.9722 x 10^24 kg.

Com o tempo, a Terra pode evaporar por completo?

Embora o planeta ganhe uma massa adicional, estamos perdendo a massa que a atmosfera vaza. Nessas condições, a gravidade faz um bom trabalho em manter o ar da Terra, em volta de nós. Contudo, um fluxo fraco de gases leves como hidrogênio, hélio e oxigênio, também continua escapando das margens de nossas atmosferas. Visto que essas correntes são particularmente densas dos polos, o gás ionizado pelo Sol pode fluir ao longo das linhas do campo magnético na forma de vento polar.

Graças a nossa atmosfera, que possui um vazamento constante, a Terra perde várias centenas de toneladas de massa, para o espaço todos os dias. Em outras palavras, isso significa mais do que ganhamos com poeira. Concluindo, no geral, a Terra está ficando mesmo maior. Assim sendo, não precisa se preocupar, nesse ritmo, levaria quadrilhões de anos, para a Terra evaporar por completo. Um número que é milhões de vezes maior do que a vida útil esperada do Sol.

Próxima Matéria
Via   Estadão  
Imagens Gizmodo Pplware
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+