• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A triste vida dos gatos pretos durante o mês de outubro

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      18/10/19 às 18h34

Estamos em outubro, mês do Halloween. Como sabemos, independente de ser Halloween ou sexta-feira 13, a história, basicamente, é sempre a mesma. Muitos acreditam que é preciso evitar passar embaixo da escada, quebrar espelho e até mesmo cruzar com gatos pretos na rua, certo?

Nesse ínterim, o que queremos levantar aqui, não é a questão das crenças. Muito menos, se são reais ou não. Em suma, nosso foco são os bichanos e as consequências que tais crenças acarretam. E por que queremos focar nisso? A resposta é simples: maus-tratos. No entanto, para tal, é preciso antes, falar um pouco sobre superstições.

Afinal, de onde vem a ideia de que gato preto dá azar?

Analogamente, tal superstição originou-se na Idade Média. Na época, acreditava-se que os felinos, por possuírem hábitos noturnos, tinham, de uma forma ou de outra, pacto com o demônio.

Agora, se o bichano fosse da cor negra, o buraco era ainda mais embaixo. Como assim? Bom, no século 15, o papa Inocêncio VIII incluiu os gatos pretos, em sua lista de seres que deveriam ser perseguidos pela Inquisição. A Igreja católica, então, passou a promover uma caravana assassina, contra supostas heresias e bruxarias. Isso, os incluía.

Em contrapartida, se deixarmos de lado o viés religioso, encontramos outro cenário. O paganismo, por exemplo, considera o gato como figura de sabedoria e proteção. Em suma, na Escócia, se gatos pretos são avistados em alpendres, é sinal de prosperidade. E não de bruxaria.

Consequências das crenças

Basicamente, as crendices causam prejuízos aos felinos até hoje. De acordo com uma pesquisa da Cats Protection, ONG britânica, os gatos pretos demoram 13% a mais de tempo, para serem adotados, em relação aos bichanos que possuem outras colorações.

O cenário também não é muito diferente aqui, no Brasil. De acordo com a Catland, ONG de resgate e adoção responsável de gatos, 60% dos animais, que estão à espera de um lar, têm o pelo escuro.

"Às vezes, a gente resgata um monte, toda ninhada é adotada e só fica o preto", diz Perla Poltronieri, sócio-fundadora da instituição.

A situação dos gatos pretos pioram ainda mais, na época de Halloween. Atualmente, gatos pretos seguem sendo usados em rituais de magia. Além de serem vítimas de preconceito, esses animais ainda são alvos de superstições e rituais macabros, nos quais acabam assassinados.

"Esses rituais que matam gatos são para entrar em conexão com forças do mal", afirma Luciano Gomes dos Santos, professor de História na da Faculdade Arnaldo (MG). "É uma forma de estar protegido para fazer o mal, ou se proteger do mal".

Em uma pesquisa breve na internet, é possível confirmar o grau de crueldade. "Para se transformar em um mago, você deve amarrar um gato preto e jogá-lo vivo dentro de uma panela de água fervente. Deixe-o cozinhar até que a pele descole totalmente dos ossos", diz uma página na web.

Utilizar animais em rituais e agredi-los configura um crime ambiental e é preciso denunciar. Abandono, agressão, envenenamento e condições insalubres de vida aos pets estão entre os principais problemas registrados.

Não importa a superstição, não se pode, em nenhuma circunstância, maltratar bicho nenhum, em qualquer dia do ano. Gato preto é lindo e não tem culpa de 'tradições' criadas por humanos.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+