• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Afinal, como se forma e do que é feita a poeira?

POR Arthur Porto    EM Ciência e Tecnologia      05/12/19 às 20h17

Gente, vamos combinar, mas aqui entre nós, tá? Limpar casa é uma das coisas mais chatas que existem na vida, não é verdade? Sim, eu sei. É uma obrigação, precisa ser feita e tal. Mas não deixa de ser uma tarefa chata, pedante e pesada. Afinal, você limpa, limpa e, cinco minutos depois, do nada, aparece poeira. Sabe-se lá onde, mas aparece.

Parece algo até místico, né? Você pega a vassoura, varre, pega o pano de chão, limpa e, em seguida, guarda tudo. Entretanto, quando você senta para descansar, a surpresa: a maldita poeira. De onde vem? Nós descobrimos. Em contrapartida, independente da resposta, saiba: ela vai voltar.

A origem da poeira doméstica

Cientistas americanos descobriram do que é feita aquela poeira, que sempre intrigou gerações de mulheres e de homens quando a questão envolve limpeza. Basicamente, a maior parte da poeira que fica impregnada na casa vem de fora. Ou seja, do ambiente externo.

O estudo foi publicado na revista Ciência e Tecnologia Ambiental, da ACS. De acordo com os autores do estudo, David Layton e Paloma Beamer, a poeira doméstica, que lutamos contra diariamente, é composta de uma mistura que inclui pele morta, o que ocasionalmente cai das pessoas, fibras de carpetes, móveis estofados, terra (a qual trazemos com os sapatos que usamos) e de partículas trazidas pelo vento.

Ainda segundo a publicação, a poeira doméstica também pode conter chumbo, arsênio e outras substâncias prejudiciais, que migram de fora para dentro de casa por meio do ar. Outro fator de destaque, incorporado na publicação, é o quanto a poeira pode ser prejudicial às crianças.

As crianças, cuja maioria tem costume de colocar brinquedos sujos e outros objetos na boca, podem sofrer graves consequências. As principais consequências envolvem doenças e intoxicações.

Para descobrir de que é feita a poeira, os cientistas usaram um modelo de computador, capaz de rastrear a distribuição de solo contaminado e de partículas presentes no vento, que são trazidas da rua para as residências.

Resultado

Após análises, os especialistas descobriram que mais de 60% da poeira doméstica vem de fora de casa. Os outros 40% envolvem outros fatores. Tais pontos não foram divulgados pelo estudo.

De acordo com os pesquisadores, estima-se que quase 60% do arsênio, presente na poeira do chão, pode vir do arsênio presente no ar. O chumbo e outras substâncias prejudiciais vêm da terra, que fica impregnada nos sapatos.

Os cientistas disseram também que o modelo pode ser usado, para avaliar métodos capazes de reduzir substâncias contaminantes na poeira e na exposição a tais partículas.

Vale ressaltar também que o estudo analisou apenas a poeira doméstica, a qual pode conter parasitas (fungos e bactérias nocivos) e demais micropartículas, que têm o forte potencial de gerar complicações, no nosso corpo.

Tais complicações podem ser mais alarmantes em quem já apresenta histórico clínico de alergias e predisposição genética, para desenvolver esse tipo de problema. Afinal, o organismo está sujeito a uma série de perigos, que não costumam ser muito visíveis, nem são facilmente detectados a olho nu.

Por esse motivo, a poeira, segundo especialistas, é um dos fatores que mais adoece o aparelho respiratório. Além disso, ocasiona inúmeros sintomas desconfortáveis. Tosse, espirros e até um pulmão inflamado indicam que a saúde respiratória não vai muito bem.

Caso apresente algum desses sintomas, procure um especialista.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+