icone menu


Afinal, por que o pirata Barba Negra abandonou o próprio navio de propósito?

POR Erik Ely    EM História      31/07/20 às 10h35
capa do post Afinal, por que o pirata Barba Negra abandonou o próprio navio de propósito?

Em 1996, a "Vingança da Rainha Ana", o lendário navio do pirata Barba Negra foi descoberto no Condado de Carteret, nos Estados Unidos. Contudo, somente em 2011 o navio foi oficialmente identificado, mas, de toda forma, esse ainda não é o fim da história. Isso porque, recentemente, um estudo levantou a possibilidade de que, o pirata teria abandonado o próprio navio de propósito.

Até o momento, acreditava-se que o navio havia encalhado próximo às ilhas Outer Banks, na Carolina do Norte. Porém, evidências do naufrágio de 1718 levantam a possibilidade de que o aterramento não tenha sido acidental. Afinal, o que, de fato aconteceu?

O segredo está em pedaços de chumbo do navio

Antes, historiadores costumavam afirmar que Barba Negra teria calculado errado a profundidade de um banco de areia. Entretanto, isso é, no mínimo, estranho, uma vez que o pirata era um verdadeiro especialista e não cometeria um erro desses, que o levaria a perder a embarcação. Por isso, segundo um estudo recente, o navio teria sido preso e descartado na areia de forma intencional após afundar por água abaixo. Nesse momento, a embarcação já não estava nas melhores condições. Além disso, já possuía um vazamento grave e o marinheiro precisava agir rápido.

De acordo com o arqueólogo Jeremy Borrelli, da East Carolina University, foi necessário analisar pedaços de chumbo do navio. Com isso, ele pôde perceber que o casco da embarcação estava severamente danificado. Em seguida, Borrelli comparou as peças com objetos semelhantes de outros sítios arqueológicos. "O uso de tiras de chumbo era uma prática comum dos marinheiros na época para fornecer proteção adicional a áreas vulneráveis ??ou propensas a vazamentos do casco", afirmou Borrelli.

Antes mesmo do navio chegar as mãos de Barba Negra, ele já não se encontrava em condições ideias. Isso porque, antes se tornar a "Vingança da Rainha Ana", a embarcação se chamava Concorde, um navio negreiro. Depois disso, já com Barba Negra, o navio sofreu ainda mais dados que acabaram não sendo reparados.

Ainda não sabemos de toda a história

Segundo Borrelli, pode ser que não saibamos de toda a história. Para se ter uma ideia, o navio permaneceu debaixo d"água por 300 anos, tornando seu estudo ainda mais difícil. "Embora o quebra-cabeça não esteja completo - e talvez nunca esteja - podemos interpretar que o navio estava em péssimas condições quando foi perdido", afirma Borrelli.

Ainda especulando sobre o assunto, Borrelli conta que o náufrago tenha acontecido para salvar despesas. Desse modo, Barba Negra teria deixado parte de sua tripulação afundar com o navio. Por isso, ele o teria feito de forma intencional. Com isso, o valor do "seguro" do navio seria dividido com menos pessoas e Barba Negra receberia uma parcela maior do dinheiro.

De todo modo, Barba Negra não conseguiu aproveitar bem o suposto dinheiro. Sendo assim, apenas alguns meses depois do naufrágio, o pirata foi morto. Na situação de sua morte, ele estava em um combate com o tenente Robert Maynard e seus homens da Marinha Real Britânica. Em 1718, estima-se que ele tinha entre 35 e 40 anos.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+