• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Aileen Wuornos, a história verdadeira de uma das mulheres mais cruéis da história

POR Diogo Quiareli    EM História      02/05/19 às 15h41

O mundo está cheio de casos assustadores envolvendo pessoas cruéis. A nossa história está ainda mais cheia, pois diversos casos já foram capazes de arrepiar nossos cabelos. É comum depararmo-nos com histórias de serial killers por aí. Alguns cometem crimes tão atrozes que, apesar do tempo que passa, a crueldade continua surpreendendo a todos que conhecem as histórias. Se pararmos para pensar, os assassinatos de Jack, O Estripador continuam intrigando a todos até os dias atuais. Assim acontece envolvendo várias outros casos que ocorreram no passado. Uma das pessoas mais cruéis da história e que ainda surpreende é Aileen Wuornos.

Aileen Carol Pittman foi o verdadeiro nome de Aileen Wuornos. A mulher era uma prostituta e assassina em série que atuava nos Estados Unidos. Nascida em Rochester, Michigan, Estados Unidos, no dia 29 de fevereiro de 1956, Aileen entrou para a história como uma das mulheres mais cruéis de todos os tempos. Pensando sobre ela e seus crimes, resolvemos trazer essa matéria para você, caro leitor. Confira conosco um pouco mais sobre a vida dessa serial killers e, se conhecer alguma outra que ache interessante, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já.

Aileen Wuornos matou sete homens em apenas um ano

Nascida em fevereiro de 1956, Aileen nasceu com o sobrenome Pittman, mas se tornou Wuornos. Seus primeiros anos de vida não foram estáveis. Sua mãe a abandonou cedo junto de seu irmão mais velho. Eles foram deixados com os seus avós, que adotaram as crianças de forma legal. Mais tarde, Aileen confessou que seu avô abusou sexualmente dela e que sua avó não ajudou em nada diante a situação, visto que ela era alcoólatra. Como pedófilo, seu avô passou grande parte de sua via em hospitais psiquiátricos diferentes.

Ela teve um filho aos 14 anos, mas deu para a adoção e foi morar em uma casa para mães solteiras. Quando sua avó morreu, Aileen e seu irmão se tornaram uma presença constante nas delegacias de polícia. Ainda na escola, a garota começou a trabalhar como prostituta. em 1974, com o nome de Sandra Kretsch, foi presa pela primeira vez por dirigir embriagada e disparar uma pistola. No entanto, a mulher não apareceu ao tribunal e outra acusação foi adicionada. Wuornos casou-se em 1976, mas o marido anulou o casamento por agressão por parte dela.

Constantes assaltos armados e agressões físicas fizeram que com a criminosa fosse presa diversas vezes. Ela usou vários nomes, como: Lori Christine Grody, Susan Blahovec e Cammie Marsh Green. Tudo isso, a fim de passar despercebida pelo grande número de acusações acumuladas.

As vítimas de Wuornos

No dia 30 de novembro de 1989, Aileen cometeu seu primeiro assassinato. Richard Mallory era um ex-condenado e aparentemente tentou atacá-la. A mulher, em legítima defesa, atirou no agressor 6 vezes. 6 novas vítimas surgiram e Wuornos sempre alegava que eles tentavam estuprá-la, enquanto ela era prostituta. David Spears foi o segundo a morrer nas mãos de Aileen, no dia 1 de junho de 1990. Apenas cinco dias depois, Charles Carskaddon foi encontrado morto.

Acreditava-se que sua quarta vítima tinha sido Troy Burress, no dia 6 de agosto do mesmo ano. A verdade é que foi Peter Siems, no dia 6 de julho. Ela confessou ter matado Siems, embora o corpo nunca tenha sido encontrado. Dick Humphreys , dia 12 de setembro e Walter Jeno, dia 19 de novembro, também foram vítimas do "Monster", como era chamada. Wuornos foi pega e confessou todos os seus crimes. Ela recebeu sentença de morte por homicídio de primeiro grau. No dia 9 de outubro de 2002, ela recebeu uma injeção letal e morreu.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+