icone menu


Ainu, o povo originário japonês que não parece ser de lá

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      21/12/18 às 16h05
capa do post Ainu, o povo originário japonês que não parece ser de lá

Nós todos seguimos alguns padrões, características que geralmente nos ligam as nossas origens. Estereótipos, de alguma forma. Todos os grupos étnicos tem uma forma pré-definida que serve os identifica na sociedade. O que acontece é que nem sempre essas pré-definições estão de acordo com o grupo.

Afinal de contas, nem todos nós somos iguais. A genética não é previsível e pode sempre surpreender. É isso o que acontece com o povo Ainu, japoneses que não seguem aquele estereótipo com o qual estamos habituados.

Povo Ainu

Mas afinal, o que o povo Ainu tem de tão diferente dos demais asiáticos? Uma das diferenças mais notáveis são os cabelos, que são grossos e cacheados. Ao contrário do cabelo extremamente liso e fino da maioria dos asiáticos. Além disso, a cor é outro diferencial, os Ainu tem os fios loiros ou vermelhos. Os olhos são estreitos, mas os tons variam, vão de marrom a azul. A pele desse grupo em específico é mais pálida que a da maioria.

E não pense que todas essas diferenças passaram em branco. O povo Ainu não teve de lidar apenas com o preconceito com as pessoas de seu próprio país, como também foram excluídos gradativamente. Aos poucos foram os deslocando para o norte do país, até que eles acabaram relegados a ilha de Hokkaido.

O  preconceito foi uma questão tão forte, que muitos japoneses que tinham os Ainu como seus ancestrais, negavam suas origens. Ou simplesmente as ignoraram, para não ter que lidar com a exclusão.

Reconhecimento do povo Ainu

Apesar de toda discriminação e exclusão, o povo Ainu sobreviveu e guardou seus aspectos culturais únicos. A língua Ainu, por exemplo, não é encontrada em nenhuma outra parte do planeta e sobreviveu a milhares de anos de exclusão. Felizmente, recentemente, em 2008 o governo japonês reconheceu o povo Ainu como indígenas japoneses.

Atualmente restam apenas 25 mil remanescentes dessa tribo. No entanto, agora que eles foram reconhecidos formalmente, o governo tem trabalhado para a não extinção desse povo. E claro, para a manutenção da cultura do povo Ainu, que por ser tão rica e única, deve ser preservada como um dos tesouros do Japão.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
avatar Leticia Rocha
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+