• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Algumas crianças possuem amigos imaginários por esse motivo

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      28/11/19 às 13h49

Crianças são imaginativas por natureza, o que é algo totalmente positivo ao seu desenvolvimento. Por isso, não é incomum que você esteja brincando com o seu filho, e seja convidado a abrir espaço para uma nova amiga, "Nora". Sim, uma amiga invisível, que mora na floresta. Pode ser até que seu filho prefira brincar sozinho com a Nora. Nessa hora, muitos pais se assustam com esse comportamento, mas o que é isso? Meu filho tem algum problema? Não, isso é a imaginação do seu filho dando frutos. "A imaginação das crianças começa a se desenvolver entre 2 e 3 anos, marcando o início da brincadeira e, em 65% das crianças, isso ocorre com a chegada de um ou dois amigos imaginários", explica Susan Newman, doutora e psicóloga social.

No geral, inventar amigos imaginários é um comportamento comum entre os pequenos. O que muda são as motivações e a duração que eles permanecem, na vida da criança. Mas afinal, por que as crianças têm amigos imaginário? A resposta para essa pergunta é bem simples: porque eles são divertidos. E no fim das contas, podem ser algo muito positivo ao desenvolvimento das crianças.

Criando amigos imaginários

"As crianças são naturalmente imaginativas. Exercitar sua imaginação é bom para sua saúde emocional e mental", afirma Laura Markham, Ph.D e autora do livro "Peaceful Parent, Happy Kids". "As crianças que têm amigos imaginários gostam deles, então, elas sempre têm alguém com quem brincar se se sentirem sozinhas ou entediadas. Minha filha de 3 e 4 anos costumava dizer: 'vou brincar com Betsy agora' e depois ficava por meia hora no quarto dela".

Acontece também que, muitas vezes, os amigos imaginários são uma forma de preencher uma lacuna, deixada por outros companheiro reais. "Uma criança com poucos amigos pode criar um", diz Samantha Rodman, Ph.D e autora do livro "Como falar com seus filhos sobre divórcio". "Um garoto, que nunca escolhe as brincadeiras, como no caso de irmãos mais novos, sempre pode escolher o que brincar com seu amigo imaginário. Na infância, uma maneira de criar seu amigo perfeito é evocá-lo em sua mente".

Ao mesmo tempo, é muito comum que pais de filhos únicos achem que esse comportamento significa que o filho esteja ansiando opor um irmão. O que não é necessariamente verdade. "Para sempre, as pessoas acreditaram erroneamente que apenas crianças têm amigos imaginários para compensar a ausência de irmãos", diz Newman. "Isso é um mito, já que dois terços de todas as crianças, com ou sem irmãos, têm amigos imaginários".

Então, sabendo que o amigo imaginário do seu filho é algo real para ele, respeite isso. Porém, esteja atento até onde vai a influência do tal amigo na vida do seu filho. É bom conversar com a criança sobre o seu amigo imaginário. Mas é importante deixar que ele tenha o controle sobre a sua fantasia.

Precauções

Quando os desejos do amigo imaginário ficarem fora de controle, você pode e deve dizer não. "Satisfazer seu filho pode ser uma boa maneira de se relacionar e mostrar respeito e amor", explica Rodman. "Mas fazer qualquer coisa, que cause a você ou a outros membros da família mais estresse, não é recomendado. Não deixe que o amigo imaginário do seu filho se torne um meio de ele exercer um controle maciço sobre a família. Colocar um prato extra com comida imaginária é bom, mas servir um jantar inteiro passa a mensagem errada".

Pode ser que, em algum momento, a criança comece a usar o amigo imaginário como um disfarce. É nessa hora, que ele começa a se tornar um problema. "Amigos imaginários, geralmente, só se tornam problemáticos quando uma criança atribui seu mau comportamento ao amigo imaginário", acrescenta ela. "Nesse caso, a criança deve ser ensinada que será responsável por tudo o que faz ou seu amigo imaginário".

Outro ponto, a ser observado, é quando a criança começa a preferir o amigo imaginário ao amigo real. O que não é muito comum, mas pode ser um sinal de alerta. "Crianças que têm amigos imaginários costumam ser mais sociais do que outras crianças", diz Markham. "Mas se um pai perceber que a criança recusa oportunidades, de se envolver com outras crianças, para brincar com o amigo imaginário, pode indicar algum problema de ansiedade social ou de intimidação no mundo real".

E você, teve algum amigo imaginário quando criança? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+