• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Aranhas podem vir a se tornar mais agressivas devido a mudanças climáticas

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      22/08/19 às 17h56

O clima da Terra está mudando. E, apesar do tema gerar bastante controvérsia, o fato é que todas essas mudanças já começam a ser percebidas muito além do clima. O comportamento dos animais tem mudado como consequência das ações do homem na natureza. A situação tem ficado cada vez pior conforme os anos estão passando.

Segundo os cientistas, as mudanças climáticas terão muitos efeitos colaterais negativos. Recentemente foi descoberto por eles que em resposta a todas essas mudanças, as aranhas podem a vir a se tornar mais agressivas.

Não se sabe ao certo se com o aquecimento da Terra a frequência de tempestades tropicais irão ou não aumentar. Mas, provavelmente elas se tornarão mais intensas. Os cientistas estão prevendo um aumento de eventos climáticos conhecidos como "cisne negro". Eles assim são chamados devido a sua natureza imprevisível e feroz.

Acontece que, em relação às aranhas, as mais agressivas são aquelas que provavelmente irão sobreviver a um clima mais tempestuoso. Assim, transmitindo suas características para as novas gerações.

"É tremendamente importante entender os impactos ambientais desses eventos climáticos do 'cisne negro' na evolução e seleção natural", disse Jonathan Pruitt, biólogo evolucionista, da Universidade McMaster. "À medida que o nível do mar sobe, a incidência de tempestades tropicais só aumentará. Agora, mais do que nunca, precisamos lidar com os impactos ecológicos e evolutivos dessas tempestades para os animais não humanos."

Uma especie de aranha cujo este comportamento pode ser observado é a chamada Anelosimus studiosus. Elas podem ser encontradas tanto na América do Norte quanto na América do Sul. Incluindo as costas do Golfo e do Leste, comumente varridas por ciclones tropicais vindos do Oceano Atlântico.

Colônias agressivas

Essas aranhas costumam viver em colônias ao longo de rios e córregos. Segundo o artigo publicado na revista científica Nature Ecology and Evolution, o comportamento de cada colonia pode ser mais agressivo ou mais dócil. Outros estudos sugeriram que isso pode ocorrer devido aos recursos aos quais a colônia tem acesso.

Dessa forma, como os ciclones podem alterar os habitats, é muito provável que eles também alterem o comportamento das aranhas vivendo nessas colônias. Para avaliar isso, os pesquisadores mensuraram os níveis de agressividade das colônias. Bem como elas se comportam antes e depois de tempestades.

Para verificar os efeitos que as tempestades estavam tendo na agressividade das aranhas, os pesquisadores traçaram o caminho a ser percorrido por uma tempestade, e então observaram as colônias de aranhas naquele local. Depois, eles retornaram ao local dentro de 48 horas após a passagem da tempestade. Assim, as colônias foram observadas mais uma vez.

Análises

As observações mostraram que as colônias mais agressivas produziram mais ovos e mais filhotes sobreviveram ao longo do ano. Entretanto, o oposto se mostrou verdadeiro em locais que não foram atingidos pelas tempestades. Os pesquisadores também perceberam que, nos 211 locais onde essa espécie de aranha habita observados por eles, as aranhas se mostraram mais agressivas em regiões mais frequentemente atingidos por tempestades.

Outros estudos já haviam feito ligações entre eventos meteorológicos e o comportamento dos animais. Entretanto, esse estudo "é um exemplo notável que resolve essa lacuna de conhecimento; estudando os impactos de ciclones tropicais com replicações espaço-temporais e locais de controle, eles mostram que a seletividade para colônias mais agressivas de Anelosimus studiosus é uma resposta evolutiva robusta a distúrbios induzidos por ciclones", escreveu Eric Ameca, da Beijing Normal University sobre o artigo.

Os pesquisadores fizeram algumas sugestões sobre o que podia estar tornando as aranhas mais agressivas. Segundo eles, muito provavelmente após uma tempestade, o número de presas diminui. Outra sugestão é que, as tempestades podem matar algumas aranhas-mãe, forçando os filhotes a descobrirem um modo de sobrevivência sem elas. O que os tornaria mais agressivos.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+