• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Artista mostra desrespeito de fotos no Memorial do Holocausto

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      15/11/19 às 22h41

século XX foi, provavelmente, um dos mais sangrentos de toda a História. Os acontecimentos desse século marcaram o mundo e as atrocidades cometidas entraram para os livros de História do mundo inteiro. Foi nele, que o mundo vivenciou duas Grandes Guerras Mundiais. Outro acontecimento, que marcou toda a História nesse mesmo século, principalmente alemã, foi o Holocausto.

O Holocausto é o nome de uma perseguição política, étnica, religiosa e sexual, que aconteceu durante os anos de governo nazista de Adolf Hitler. Hitler pregava que a Alemanha deveria se livrar de todos os obstáculos que impediam a formação de uma nação superior.

A origem da palavra holocausto é sombria e triste. Ela remete ao sacrifício feito pelos antigos hebreus, que queimavam uma pessoa completamente. Mas atualmente ela é associada a genocídio. A palavra remete, e representa, o Shoá: assassinato, em massa, de mais de seis milhões de judeus, pela Alemanha Nazista, durante o período violento do Holocausto.

Entre 1941 e 1945, Hitler colocou em prática ,aquilo que ele chamou de limpeza étnica. Isso nada mais era do que o extermínio de um certo grupo étnico em um meio social. Em suma, a intenção era tornar aquela comunidade homogênea e "limpa".

Esse período da Alemanha foi bastante obscuro, mas o país não faz questão de escondê-lo. Ao contrário disso. Eles têm monumentos em tributo e memória a esses grandes acontecimentos trágicos da história do país.

Monumentos

Eles são lugares para as pessoas se emocionarem, refletirem, fazerem homenagens e, acima  de tudo, respeitar tudo aquilo que foi vivido ali. E os monumentos para o holocausto são um grande marco no país.

Eles foram feitos para lembrar a morte de seis milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial. Por isso, a Alemanha construiu um belo e denso memorial do holocausto.

No memorial, não tem um manual de conduta de como as pessoas têm que se comportar ali. Geralmente, as pessoas têm que usar o bom senso, para respeitar a gravidade e a cerimônia em torno do lugar.

E exatamente para expor a incapacidade de se adequar às óbvias diferenças de contexto, ou então, para expor a falta de respeito ou conhecimento sobre o que realmente foi o holocausto, é que o escritor, Shahak Shapira, criou o site Yolocaust.

Intervenção

Em seu site, o artista tem o objetivo de expor o absurdo que alguns turistas fazem, no memorial do holocausto, em Berlim. Alguns desses desrespeitos estão selfies sorridentes, paus de selfie para uma foto em grupo, posições de yoga, poses cômicas e malabarismos.

Essas fotos foram alteradas por Shapira. O escritor colocou nelas, imagens do holocausto real. Então, as fotos ficam com o contraste das poses e sorrisos, com as terríveis imagens da guerra.

Logo nas primeiras horas, o site de Shapira teve um milhão de visitas. O nome do site é a mistura do popular termo da internet "yolo", que quer dizer you only live once, em português "só se vive uma vez", com o termo holocausto.

O escritor também deixa mensagens, em seu site, para sugerir o debate. "Nenhum evento histórico se compara ao Holocausto. É você quem decide como se comportar, em um monumento que lembra a morte de 6 milhões de pessoas", disse.

Ele também lembra que alguns comportamentos podem ser sim considerados desrespeitosos. E como Shapira pega foto de pessoas aleatórias na internet e as modifica, se essas pessoas se sentirem arrependidas ou desconfortáveis de aparecer em seu site, basta escrever para ele, que a imagem será retirada.

Próxima Matéria
Via   Hypeness  
Imagens Yolocaust
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+