• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Árvores da Floresta Amazônica são ''cápsulas do tempo'' da história humana

POR Diogo Quiareli    EM Natureza      12/02/20 às 16h08

A Floresta Amazônica é extremamente rica em diversidade e também em história. Diversos estudiosos dedicam suas vidas em seu interior, a fim de descobrirem coisas sobre o nosso passado. Além da arte, dos documentos e das diversas descobertas arqueológicas, há um outro fator que pode nos dar pistas do passado. Esses grandes fatos são as árvores. Em um artigo, publicado recentemente pelo Trends in Plant Science, os cientistas revelaram coisas importantes. Os estudiosos estavam empenhados no estudo de espécies da Amazônia. Eles explicaram como algumas plantas podem contribuir para o entendimento da história da humanidade.

Segundo os estudos, a floresta, extremamente rica em fauna e flora, pode ainda esconder segredos do passado. "À medida que as árvores crescem, elas absorvem detalhes sobre o ambiente em sua madeira. Assim, criam registros do ambiente ao longo do tempo". Essa foi uma afirmação feita por Victor Caetano Andrade, que liderou a pesquisa. "Ao combinar técnicas como dendrocronologia (o estudo de anéis das árvores), análise de isótopos de carbono e oxigênio, e genética, podemos obter informações sobre o clima e os eventos mediados por humanos na floresta tropical.

No entanto, demorou para os cientistas descobrirem o potencial histórico das florestas tropicais. Há muito considerados barreiras à migração humana e à experimentação agrícola. Sendo assim, esses ecossistemas foram chamados até de "desertos verdes". Felizmente, nos últimos 20 anos, análises em regiões como a Floresta Amazônica alteraram, por completo, a visão dos especialistas sobre esses cantos do mundo. Confira então conosco, mais informações sobre isso e surpreenda-se.

Árvores da Floresta Amazônica são "cápsulas do tempo" da história da humanidade

"Surpreendentemente, a história negligenciou algumas das mais antigas testemunhas que as florestas tropicais têm a oferecer. Essas testemunhas são as árvores", disse Caetano Andrade. "Escavações arqueológicas e análises arqueobotânicas levaram a grandes avanços. Esses em nosso conhecimento de vidas humanas passadas nos trópicos. No entanto, as árvores que ainda estão de pé têm algo a dizer", completou.

De acordo com o especialista, há métodos de analisar bem. Quando as informações biológicas coletadas das árvores são combinadas com os registros arqueológicos da Amazônia, é possível avaliar o passado. Um grande exemplo disso é a observação em comunidades indígenas. Observam os nativos e até mesmo os invasores estrangeiros e como eles administraram a floresta. "Quando humanos do passado construíram habitações dentro da floresta, criaram buracos no 'teto de floresta'. Assim, permitiram a entrada de luz para cultivar suas espécies e plantas preferidas", disse Caetano. "É assim que as sociedades nativas influenciaram o estabelecimento de árvores em seus territórios".

Esse estudo pode abrir diversas janelas para descobertas, agora que cientistas do mundo inteiro sabem. Possivelmente, teremos mais informações de eventos passados estudando as árvores antigas da Amazônia.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale sempre lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+