icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


As defesas mais ninjas do mundo animal

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Animal      14/08/14 às 20h35
capa do post As defesas mais ninjas do mundo animal

Na natureza, nem sempre é preciso ser grande para dar conta de frear o ataque de algum predador. Há inúmeros casos de bichos pequenos ou aparentemente inofensivos, capazes de colocar muitos "colegas" grandalhões para correr. E o pior: muitos desses "baixinhos" do mundo animal são tão ninjas que suas defesas podem ser letais para o oponente.

Dentre esses casos extraordinários, você vai conhecer hoje um caranguejo que golpeia seu oponente com veneno em forma de pompom, uma espécie de lagarto que esguicha o próprio sangue pelos olhos, entre outros casos surpreendentes. Confira na lista abaixo:

Peixe-bruxa

Esse invertebrado, apesar de não ter poder para ferir seus oponentes, produz - pelo menos - um litro de mucosa por minuto quando se sente ameaçado. A substância faz com que o predador morra sem ar pelo muco, que fica grudado em suas glândulas.

Salamandra-de-costelas-salientes

Para não ser comido, o animal se contorce e expõe as costelas. Isso, claro, não deve ser muito confortável para ele, uma vez que seus ossos que perfuram sua pele, mas seu corpo se regenera após a ação. Além disso, o anfíbio expele veneno.

Caranguejo boxeador

O crustáceo se defende com suas anêmonas recheadas de toxinas. Apesar desses "adereços" se parecerem mais com "pompons" de líderes de torcida, eles podem matar seus
predadores.

Lagarto de chifres

Para escapar de seus predadores, o animal esguicha sangue pelos olhos, na direção da boca do adversário. Como o sabor do sangue não agrada o predador, ele acaba ficando livre. Outra defesa desses lagartos são suas escamas em forma de espinhos, que podem machucar cobras, entre outros bichos que tentar mexer com eles.

Pepino-do-mar

Quando atacado, o bicho é capaz de se contrair e expulsar seu sistema digestivo pelo ânus. Em algumas espécies, os intestinos são tóxicos.

Formiga explosiva da Malásia

Para defender suas colônia, as formigas dessa espécie explodem o próprio corpo. Elas simplesmente se contraem, após o ataque, e suas glândulas estouram fluídos tóxicos.

Peixe-voador

Esses peixes são mais espertos que você poderia imaginar. Eles são capazes de saltar para fora da água e planar por longas distâncias, se for preciso escapar de predadores.

Urubu-de-cabeça-vermelha

Não tente ameçar esse bicho. Isso porque, quando se sente acuado, ele provoca o próprio vômito para expelir os alimentos não digeridos e assustar seus predadores. Se o ato em si não funcionar, a ave ainda tem chances de sobreviver devido o resultado final dessa ação: um cheiro tão insuportável que afugenta ou distrai o predador, dando tempo da ave fugir.


Próxima Matéria
avatar Thamyris Fernandes
Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest