• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


As imagens inéditas do Titanic 14 anos após a última visita realizada

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      23/08/19 às 13h40

Essa é a primeira vez em quase 14 anos, que o RMS Titanic é visitado por seres humanos. Dessa vez, uma equipe internacional de exploradores de águas profundas retornou ao local do naufrágio para conferir o seu estado atual. E as imagens surpreendentes mostram a decadência do lendário navio que afundou em 1912, depois de colidir com um iceberg.

No meio do Oceano Atlântico, a uma profundidade de cerca de 12.500 pés eles encontraram os restos do Titanic. A equipe precisou fazer cinco mergulhos submersíveis para documentar as reais condições do naufrágio. Os maiores danos a estrutura do navio foram vistos no lado direito do arco. "O Titanic está voltando à natureza", disse Parks Stephenson. Ele foi um dos exploradores da nova expedição que examinou a deterioração do navio. As imagens registradas pela equipe farão parte de um documentário da Atlantic Productions, do Reino Unido. Confira a seguir como está atualmente um dos maiores e mais lendários navios de todos os tempos.

O Titanic

O Titanic colidiu com um gigantesco iceberg na noite de 14 de abril de 1912. Com a colisão, o casco do navio ficou danificado e a estrutura toda afundou a cerca de 370 milhas ao largo da costa de Newfoundland, no Canadá. Aquela era a viagem inaugural do navio apelidado de "inafundável" e maior da sua época. O navio saiu de Southampton, no Reino Unido, com destino a Nova York. Apenas 73 anos depois do trágico acidente, em setembro de 1985, que o naufrágio foi encontrado.

Agora, 14 anos depois da última visita aos restos do navio afundando, uma equipe de exploradores de águas profundas retornou ao local para averiguar o real estado do naufrágio. E o que eles encontraram lá não foi muito animador. As imagens mostram a decadência de um dos mais lendários navios da história.

"A banheira do capitão é uma imagem favorita entre os entusiastas do Titanic, e está completamente destruída", disse Stephenson, chamando a descoberta de chocante. "Aquela casa toda do convés do lado direito está em colapso, levando consigo as salas de estado. E essa deterioração vai continuar avançando".

Deterioração do navio

Para Clare Fitzsimmons, cientista de expedição, a enorme diversidade de vida no fundo do Oceano Atlântico é uma das principais razões pelo qual o navio está decaindo. "Há micróbios no naufrágio que estão corroendo o ferro do próprio naufrágio, criando estruturas 'rústicas', que é uma forma muito mais fraca do metal", disse ela.

Em comunicado oficial, a Atlantic Productions deu maiores detalhes sobre a expedição ao naufrágio. "Seguindo os protocolos legais estabelecidos nos EUA e sob a observação de um representante da NOAA, a equipe de especialistas e cientistas examinou os restos do navio, capturando pela primeira vez gravações nativas extraordinárias em 4K usando câmeras especialmente adaptadas para capturar o naufrágio de uma forma como nunca foi vista antes".

"O naufrágio em si é a única testemunha que temos agora do desastre do Titanic", disse Robert Blyth, do National Maritime Museum. "Então, eu acho que é importante usar o naufrágio, enquanto o naufrágio ainda tem algo a dizer."

E você, o que achou dessas imagens? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Via   Forbes     New York Post  
Imagens Forbes
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+