icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


As últimas palavras desses condenados à morte vão te deixar sem dormir

POR Júlia Marreto    EM Curiosidades      31/05/16 às 19h20
capa do post As últimas palavras desses condenados à morte vão te deixar sem dormir

Quando uma pessoa comete um crime e é condenada à morte as crenças sobre essa ser a melhor alternativa, ou não, são as mais variadas possíveis. Alguns acreditam piamente que a pena de morte é a melhor alternativa, outros (incluindo os Direitos Humanos) são totalmente contra esse tipo de decisão judicial, e ainda tem aqueles que ficam no meio do caminho. O que fica são as tentativas de sempre fazer aquilo que acreditamos ser o melhor para nossa sociedade.

Não obstante, alguns desses condenados não vão ao encontro de Caronte, sem antes deixar bem dito quais são suas últimas palavras. Algumas delas são surpreendentemente assustadoras, outras são muito comoventes. Vocês se lembram de Rodrigo Gularte? O brasileiro condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas? Pois é, ele junto a dois australianos, quatro nigerianos e um indonésio foram fuzilados mas, desde o momento que saíram de suas celas, até o momento em que se iniciou o alvejamento, os condenados entoaram cânticos religiosos, incluindo Amazing Grace.

De acordo com a pastora Karina de Veja: "Eles estavam todos louvando seu Deus. Foi tocante. Foi a primeira vez que testemunhei alguém tão bem por ir encontrar seu Deus... Eles se uniram. Cantaram juntos, como em um coro. Os não-cristãos, acredito, também cantaram de seu coração."

David Matthews

Foi condenado à morte pelo assassinato, em primeiro grau, de  Otis Earl Short, que foi baleado em sua casa, durante um assalto. Por três vezes o condenado conseguiu adiar sua morte por injeção letal. O ex-governador Brad Henry havia concedido, por duas vezes, aos advogados de Matthews, mais tempo para que pudessem comprovar sua inocência. Quando, finalmente, foi colocado no corredor da morte, David olhou para seus familiares e com um sorriso falou: "Acho que o telefone do governador está quebrado, ele não ligou ainda."

Darick Demorris Walker

Condenado por matar duas pessoas em frente suas famílias, Darick foi executado em Virgínia, no dia 20 de maio de 2010. Suas últimas palavras foram: "Minhas últimas palavras são: Eu não acho que vocês fizeram da forma correta, vocês demoraram muito para encaixar isso (agulha). Pode anotar isto. É isso aí."

Rogelio Reyes Cannady

Quando tinha 17 anos, foi preso por matar duas pessoas, um garoto de 16 anos a facadas e por estrangular e estuprar uma menina de 13 anos. Se foi sincero ou não, não dá pra saber, mas as últimas palavras de Cannady foram bem tocantes: "Eu estava lá pensando em como nós crescemos. Vocês sabem como nós crescemos na mesma casa. Nós precisamos começar a nos amar como antes. Eu vou ficar bem. Vocês todos se cuidem. Que Deus tenha piedade da minha alma." Enquanto a injeção fazia efeito ele ainda continuou: "Eu achei que ia ser bem mais difícil que isso. Estou preparado para ir. Eu vou dormir agora. Eu posso sentir. Está fazendo efeito."

Vincent Gutierrez

Aos 28 anos foi condenado à morte por injeção letal, pelo assassinato de um homem de 40 anos durante um assalto à mão armada. Ele sofria de distúrbio bipolar e suas palavras finais foram bastante poéticas: "Eu gostaria de dizer à todos que eu sinto muito por tudo que aconteceu. Minha culpa - todos estão aqui por algo que eu fiz. Eu gostaria de agradecer à todos que estão aqui ao longo desses anos. As crianças do exterior realmente me mudaram. Irmã Doris, mamãe, irmãos, irmã, papai, eu amo todos vocês. Meu irmão... Onde está meu dublê quando mais preciso de um? Meu Senhor é minha vida e salvador, nada temerei."

Julius Young

Foi condenado à morte pelo assassinato da filha e neto de sua namorada. Executado em Oklahoma, no dia 14 de janeiro de 2010. Suas últimas palavras foram as seguintes: "Eu não tirei as vidas de Joylan Morgan e seu filho Kewan. Meu advogado falhou. É uma tragédia. Eu sou um homem inocente. Para a minha família, eu amo vocês."

Franklin DeWayne Alix

Acusado por vários assassinatos, estupros, assaltos e sequestros. Sua execução ocorreu no dia 30 de março de 2010. As últimas palavras que falou foram: "Eu não sou o monstro que eles me fizeram parecer. Eu cometi muitos erros que levaram seu filho. Eu vacilei, fiz pobres escolhas. Eu vou levar isso para cova, eu vou estar em paz. O que é pra ser é pra ser. Eu tenho paz no meu coração."

Jimmy L. Glass

Foi eletrocutado aos 25 anos no estado da Louisiana, no dia 12 de junho de 1987. Se tornando a 78ª pessoa a ser executada nos Estados Unidos, desde 1977. As últimas palavras pronunciadas por ele foram: "Eu preferia estar pescando."

E aí galera, curtiram a matéria? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!


Próxima Matéria
avatar Júlia Marreto
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest