• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Avião espacial orbita a Terra a mais de 700 dias e ninguém sabe o porquê

POR Arthur Porto    EM Mundo Afora      02/09/19 às 22h12

O avião espacial X-37B está em sua quinta missão: o Orbital Test Vehicle 5 (OTV-5). Em agosto, o avião quebrou o recorde estabelecido pela missão anterior. O OTV-4 permaneceu no ar por 717 dias, 20 horas e 42 minutos. O OTV-5, movido a energia solar, bateu esse record às 10 horas e 43 minutos, no dia 26 de agosto. O avião, construído pela Boeing, comissionado e operado pela Força Aérea dos EUA (USAF), já ultrapassou o dia 719.

Até o momento, a Força Aérea dos EUA não demonstrou nenhum problema em falar sobre o assunto. Entretanto, utiliza-se de termos muito gerais, o que torna o assunto ainda mais vago. Além do avião espacial X-37B, acredita-se que a Força Aérea americana possua mais duas aeronaves, movidas a energia solar. Todas também foram construídas pela Boeing.

De acordo com a USAF, basicamente, os objetivos do X-37B são pesquisar tecnologias de veículos espaciais reutilizáveis, para o futuro dos EUA no espaço. Em contrapartida, os resultados das suas missões permanecem confidenciais.

No passado, o mistério em torno da última levantou a hipotética ideia de que os militares estariam testando um sistema de propulsão sem combustível que foi estudado pela NASA e que a China alega utilizar.

Outras hipóteses envolviam o fato de que a Força Aérea Americana estava pesquisando armas ou realizando operações de vigilância da órbita. Contudo, em 2010, a Força Aérea negou que o programa envolvesse qualquer "capacidade ofensiva".

Em suma, as tecnologias, testadas no programa, incluem: orientação avançada, navegação e controle, sistemas de proteção térmica, aviônica, estruturas e vedações de alta temperatura, isolamento reutilizável conforme, sistemas eletromecânicos de voos leves, sistemas avançados de propulsão, materiais avançados, voo orbital autônomo, reentrada e aterragem.

X-37B

"O programa apoia a redução de riscos tecnológicos, a experiência e o desenvolvimento de conceitos operacionais", informou a Força Aérea Americana. Além disso, independentemente da missão, o avião, que foi projetado para estar em órbita por apenas 270 dias, superou as expectativas.

Nesse ínterim, o X-37B começou sua missão em setembro de 2018, quando foi lançado sobre um foguete SpaceX Falcon 9. Supostamente, a função do avião, no espaço, é testar e desenvolver tecnologias dos EUA, relacionadas a voos espaciais reutilizáveis. Entretanto, como já foi dito, a Força Aérea Americana segue sendo vaga, e poucos pronunciamentos relevantes sobre o assunto são feitos.

Além disso, vale ressaltar que não há tripulação a bordo operando o X-37B. Entretanto, não é necessário. O veículo pode descer autonomamente da atmosfera para Terra e pousar horizontalmente em uma pista. A Nasa iniciou o programa X-37 em 1999, mas ele foi transferido para DARPA e a Força Aérea dos EUA, em 2004. O X-37B já voou em quatro missões, que, se somadas, completaram 2.085 dias no espaço.

O X-37B parece um pouco com uma versão menor do antigo ônibus espacial da NASA. Não está claro quando ele vai voltar à Terra. Independentemente da missão da nave X-37B , ela foi inicialmente projetada para apenas uma janela de órbita de 270 dias. Então, o fato de ter sido capaz de mais do que dobrar esse tempo, é uma grande vitória para as aeronaves movidas a energia solar.

Próxima Matéria
Via   zap     sciencealert  
Imagens sciencealert
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+