• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Biografia: Tudo o que você precisa saber sobre o Papa Francisco

POR Rafael Miranda    EM História      01/02/16 às 15h10

O Papa Francisco é o 266° líder e o Papa atual da Igreja Católica Romana. Ele é conhecido no mundo inteiro pela sua grande humildade e acessibilidade. Ordenado como Papa quando tinha 76 anos em 13 de Março, 2013, o Papa Francisco é o americano, primeiro sacerdote não europeu e primeiro jesuíta a ser nomeado Papa.

Antes de assumir o compromisso, ele serviu como arcebispo e cardeal de Buenos Aires. Ele foi originalmente batizado como Jorge Mario Bergoglio. Desde a sua entrada no sacerdócio, Papa Francisco trabalhou incansavelmente para o bem-estar dos pobres, que ele diz ser sua principal preocupação. Além disso, ele assume o compromisso de amenizar as relações entre pessoas de origens diversas, classes, crenças e fés através de negociações pacíficas.

P1

Ao contrário de seus predecessores, o Papa Francisco escolheu uma abordagem informal desde as eleições papais. Ele recusou a maioria dos luxos oferecidos a um Papa e em vez disso, prefere viver um estilo de vida simples e humilde. Alguns exemplos incluem a sua decisão de morar na casa de hóspedes do Vaticano, em vez de residir na residência papal.

Ele escolheu um carro simples, em vez de papamóveis chamativos, usa um cossaco branco em vez do Mozzetta e uma cruz de ferro no peitoral ao invés de ouro. Papa Francisco apoia fortemente causas sociais. Enquanto seu pensamento radical sobre a humildade, simplicidade e austeridade tem recebido elogios positivos e aclamação, seu discernimento ortodoxo e firme contra o aborto, o casamento de pessoas do mesmo sexo e contracepção que geram críticas de alguns grupos.

Infância e adolescência

Papa Francisco nasceu como Jorge Mario Bergoglio. Ele é filho dos imigrantes italianos, Mario Bergoglio e Jose María Regina Sívori. Mais velho dos cinco filhos do casal, o jovem Bergoglio era como qualquer outra criança.

Ele gostava da dança e música tradicional da Argentina e do Uruguai, conhecida como milonga. Bergoglio estudou no Colégio Wilfrid Baron De Los Santos Angeles e se formou na Escuela Nacional de Educação Técnica N° 27 Hipólito Yrigoyen como técnico químico.

Após a formatura, Bergoglio trabalhou como técnico químico na seção de alimentos no Laboratório Hickethier-Bachmann. No entanto, ele não continuou na profissão por muito tempo. Ele percebeu que sua verdadeira vocação era o sacerdócio.

P2

Como um jesuíta

Decidido a buscar a santidade, Bergoglio conseguiu ser admitido no Seminário Imaculada Concepción, em Villa Devoto, Buenos Aires. Após três anos, ele se mudou e entrou na Companhia de Jesus. Como um noviço jesuíta, Bergoglio estudou humanidades em Santiago, Chile. Foi em 1960 que Bergoglio tornou-se oficialmente um jesuíta, quando ele se tornou um membro da ordem.

No mesmo ano, ou seja, em 1960, Bergoglio participou do Colégio de San José, em San Miguel. Ele graduou-se em filosofia em 1963. No ano seguinte, Bergoglio assumiu o cargo de professor de literatura e psicologia do Colégio Imaculada Conceição em Santa Fé. Em 1966, ele se mudou para Colégio del Salvatore em Buenos Aires, onde ensinou literatura e psicologia. De 1967 até 1970, Bergoglio estudou teologia e obteve um diploma no Colégio de San Jose.

P3

Em 1969, Bergoglio foi ordenado sacerdote por Dom Jose Ramon Castellano. Foi nessa época que ele participou da Faculdades de Filosofia e Teologia de San Miguel, um seminário em San Miguel, onde atuou como mestre de noviços e tornou-se professor de teologia. De 1970 a 1971, Bergoglio completou sua fase final de formação espiritual como um jesuíta pela Universidade de Alcala de Henares, Espanha.

Bergoglio se tornou o Superior Provincial da Companhia de Jesus em julho de 1973 onde atuou nesta posição nos próximos seis anos. Após a conclusão de seu mandato como Superior Provincial da Companhia de Jesus, em 1980, ele foi nomeado reitor da Faculdade Filosófica e Teológica de San Miguel, cargo que manteve até 1986.

Em Março de 1986, Bergoglio mudou-se para a Alemanha para concluir sua tese de doutorado na Escola de Graduação Sankt Georgen de Filosofia e Teologia em Frankfurt. Depois disso, ele voltou à Argentina para servir como um diretor espiritual e confessor no Colegio del Salvador.

P4

Como bispo

Em 1992, Bergoglio foi ordenado como bispo titular de Auca e Auxiliar de Buenos Aires pelo cardeal Antonio Quarracino. Cinco anos depois, em 1997, ele foi promovido e nomeado para o cargo de Arcebispo Coadjutor de Buenos Aires. Após a morte do Cardeal Antonio Quarracino, em 1998, ele se tornou Arcebispo Metropolitano de Buenos Aires.

Como um arcebispo, Bergoglio estava envolvido na criação de novas paróquias e reestruturação dos serviços administrativos da arquidiocese. Ele reforçou a presença da Igreja nas favelas e áreas subdesenvolvidas de Buenos Aires. Foi durante seu mandato que o número de sacerdotes que trabalham nestas áreas dobrou em número.

Em 1998, enquanto Bergoglio foi Arcebispo de Buenos Aires, foi nomeado ordinário (um oficial de uma igreja ou autoridade cívica que tem poder ordinário para executar leis) para os católicos na Argentina. Bergoglio fez um grande esforço para reconciliar a igreja católica com Jeronimo Podesta, ex-bispo que havia sido destituído como sacerdote, por causa de sua oposição à ditadura militar durante os anos 70.

Foi durante seu serviço como bispo que Bergoglio tornou habitual o ritual de lavar os pés de pessoas. Ele se deslocava para prisões, hospitais, lar para idosos para realizar a atividade.

P7

Como um cardeal

Em 2001, João Paulo II conferiu ao Arcebispo Bergoglio o posto de cardeal, com o título de cardeal-sacerdote de San Roberto Bellarmino. Cardeal Bergoglio atingiu uma reputação de humilde, conservador doutrinário e compromissado com a justiça social nessa época.

Durante o seu período de serviço, o Cardeal Bergoglio restringiu-se a um estilo de vida simples e uma vida de auto dependência. Ele não procurou quaisquer benefícios e confortos materiais e viveu uma vida de humildade. Na sequência dos ataques de 11 de setembro, ele foi apontado como o Relator Geral da 10ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre o ministério episcopal.

Em 2005, Bergoglio foi eleito como Presidente da Conferência Episcopal Argentina, onde serviu por dois mandatos até 2011. No mesmo ano, participou no Conclave papal como um dos Cardeais eleitores, em que o Papa Bento XVI foi eleito.

P5

Como Um Papa

Na sequência da renúncia do Papa Bento XVI, a Papal Conclave encomendou uma nova eleição. Foi no segundo dia do conclave que Bergoglio foi eleito como Papa. Ele foi eleito em 13 de Março 2013, sobre o quinto escrutínio do conclave.

Com sua eleição, Bergoglio tornou-se o papa de número 266 da Igreja Católica Romana, o primeiro cidadão das Américas, o primeiro sacerdote não europeu e primeiro jesuíta a ser nomeado papa.

O cardeal e arcebispo de Buenos Aires, Bergoglio, mudou seu nome para Papa Francisco em homenagem a São Francisco de Assis. Ele havia escolhido o nome por causa de sua preocupação com o bem-estar dos pobres. Foi a primeira vez que um papa foi nomeado Francisco.

Imediatamente após a sua nomeação, o Papa Francisco aboliu os bônus pagos a funcionários do Vaticano, optando por doar o dinheiro aos pobres. Este foi o seu primeiro passo para a sua missão de salvaguardar o bem-estar dos pobres.

Além disso, o Papa Francisco elegeu oito cardeais como seus conselheiros para o planejamento de uma revisão na Constituição Apostólica sobre a Cúria Romana. Seguindo a tradição da quinta-feira santa, o Papa Francisco visitou uma prisão em Roma, onde ele lavou os pés de doze detentos.

Na sua primeira homilia de Páscoa, o Papa Francisco aproveitou a oportunidade para apelar para a paz e harmonia no mundo. Ele aconselhou as pessoas a não trilhar no caminho do dinheiro fácil e desistir da cobiça, pois é a única maneira de proteger o meio ambiente.

Seus Ensinamentos

Um verdadeiro defensor de humildade e abnegação, o Papa Francisco tem um compromisso de servir os pobres e necessitados e para diminuir as lacunas entre pessoas de diferentes origens, credos e crenças. Seu lema é "Miserando atque eligendo", que significa "misericórdia de Jesus para com os pecadores".

P8

O líder da igreja católica destaca a importância e o poder da misericórdia. Desde o início de seu sacerdócio, Papa Francisco tem obtido elogios e apreço pela sua posição contra a pobreza e as diferenças econômicas. Ele culpou a pobreza e as estruturas econômicas injustas da sociedade como a causa reinante para a desigualdade e violação dos direitos humanos.

Papa Francisco manifestou uma opinião forte contra a corrupção, falta de moradia e exploração dos trabalhadores. Um tradicionalista ferrenho e ortodoxo, Papa Francisco foi  um forte antagonista em questões de moral sexual, firme oposição ao aborto, casamento homossexual e contracepção. Embora ele argumente que os homossexuais devem ser tratados com respeito e consideração, ele afirma que a prática da homossexualidade não deve ser endossada.

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+