icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Blob, o bizarro sistema unicelular que pode dominar o mundo

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      21/10/19 às 12h52
capa do post Blob, o bizarro sistema unicelular que pode dominar o mundo

Você consegue imaginar uma criatura que não é um animal, também não é uma planta, e muito menos um fungo, mas que é capaz de raciocinar e ainda possui diversos sexos? Felizmente, você não precisa imaginar, porque dificilmente a sua imaginação conseguiria criar algo tão extraordinário. Estamos falando de um sistema unicelular que já existe no planeta terra a milhares de anos e que atende a todas essas características. Esse é o Blob, uma criatura que não tem boca ou estomago, olhos, que não é capaz de identificar ou digerir alimentos. Que ao mesmo tempo não possui braços ou pernas, mas ainda assim consegue se locomover. E mais, ainda é capaz de dobrar de tamanho em um único dia.

Para muitos, o Blob seria a criatura mais impressionante e surreal que existe. Porque além disso tudo, o sistema unicelular também é capaz de aprender e transmitir conhecimento, mesmo sem ter cérebro. E sua capacidade de regeneração é incrível. Uma vez que cortado ao meio, ele consegue se regenerar em apenas dois minutos. Outra característica que torna essa criatura bizarra única, é que não existem machos ou fêmeas, mas sim 720 sexos diferentes. Dá para imaginar algo assim? Provavelmente não, e a criatura peculiar ainda intriga os cientistas mais experientes do mundo.

O Blob

O Physarum polycephalum, nome científico da criatura, quer dizer literalmente "bolor de várias cabeças". O apelido de Blob é derivado de um filme de ficção científica, de 1958, A Bolha Assassina (The Blob, em inglês). No filme, uma forma de vida alienígena, chamada a "Bolha", consome tudo que vê pela frente. O que pode ser facilmente associado a esse organismo tão peculiar quanto seria uma criatura alienígena.

"O Blob é realmente uma das coisas mais extraordinárias que existem hoje na Terra", disse o diretor do zoológico de Paris, Bruno David. "Existe há milhões de anos e ainda não sabemos muito bem o que é. Não se sabe muito bem se é um animal, se é um fungo ou se é algo entre os dois", acrescentou, dizendo que considera a criatura "um dos mistérios da natureza".

O Blob, ou Physarum polycephalum já vivia aqui na Terra há muito tempo, cerca de 500 anos antes dos seres humanos. Desde a sua descoberta, por muito tempo, o organismo misterioso foi considerado um fungo. Até que na década de 1990, um estudo o reclassificou no grupo dos mixomicetos. Tais como um bolor limoso, uma subcategoria da família das amebas.

Sua aparência lembra muito uma esponja escorregadia. Ele é encontrado na maioria das vezes na coloração amarela, mas também há variedades em rosa, branco e vermelho. E consiste em um única célula, fazendo dele um sistema unicelular, que às vezes pode conter vários núcleos.

O Blob é geralmente encontrado em locais onde existe decomposição, principalmente de folhas e em árvores e locais úmidos. A olho nu não parece que ele se movimenta. Mas ele consegue se locomover um centímetro por hora, em busca de novas presas. Suas favoritas são esporos de fungos, bactérias e micróbios.

Organismo único

Para a maioria dos cientistas, é unânime que, entre todas as características únicas desse organismo, a mais fascinante é, com certeza, a sua capacidade de raciocinar.

"Ele é capaz de memorizar, é capaz de adaptar seu comportamento, é capaz de resolver problemas, de se movimentar por um labirinto, procurar soluções de otimização, de se comportar um pouco como um animal", explica David.

Graças à análise dessa criatura,  foi possível redefinir o entendimento de como a inteligência, seja ela de qualquer tipo, funciona. Os cientistas chegaram à conclusão de que, apesar do Blob não possuir um sistema nervoso central, ele é capaz de "aprender" com suas experiências. E mais do que isso, ele é capaz de mudar seu comportamento. Sem contar que, ao se fundiram com um outro organismo, são capazes de transmitir conhecimento.

Será que já podemos chamar o Blob de IA da mãe natureza? O que você acha? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
Via   G1  
Imagens G1 Euro News
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest