• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Caçador é morto cruelmente por cervo que acreditava ter matado

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      08/11/19 às 11h52

Todos nós já ouvimos a máxima, "um dia é da caça e o outro do caçador". E algumas histórias vêm nos mostrar exatamente isso. E que nem é preciso esperar um dia inteiro passar para que a situação vire a favor de alguma das partes.

caça de animais é uma prática horrível mas que, infelizmente, ainda tem muitos adeptos. Graças a essas pessoas que estão dispostas a caçar e matar um animal apenas por prazer e diversão, é que o mercado de caça ilegal, o mesmo o de caça legal, continua a crescer.

Mas a natureza nos dá sinais de que algumas práticas, feitas pelo homem, devem parar de ser feitas. Nós é que temos que aprender a entender esses sinais. Como no caso desse caçador, que foi morto por um cervo, que ele acreditava que tinha matado.

O caso aconteceu no Arkansas, nos Estados Unidos. E foi chocante até mesmo para a Comissão de Caça e Pesca. O homem, chamado Thomas Alexander, de 66 anos, estava caçando cervos, na região de Yellville.

Thomas conseguiu acertar o seu alvo e, presumindo que tinha abatido o animal, se aproximou do animal, para averiguá-lo. Mas foi nesse momento, que o animal levantou-se e o atacou. O cervo perfurou o corpo de Thomas, várias vezes com seu chifre.

Caçador

Mesmo com vários ferimentos, o homem conseguiu ainda ligar para a sua família. E então, eles acionaram o socorro para Thomas. O caçador conseguiu ser encaminhado para o hospital, mas acabou falecendo horas depois.

Keith Stephens, o chefe de comunicação da Comissão de Caça e Pesca do Arkansas, disse que ficou chocado com o caso que aconteceu com Thomas. "Eu trabalho para a Comissão há 20 anos e essa é uma das coisas mais estranhas que eu já vi acontecer", disse.

De acordo com a própria comissão, ainda não é possível saber, com precisão, se a causa da morte de Thomas foi realmente o ataque do cervo. Ou então, se o homem morreu por causa de um ataque cardíaco. A família não quis fazer uma autópsia no corpo de Thomas, para determinar o que realmente o matou.

Ataque

Os ataques de cervos são raros, mas já aconteceram situações em que foram registradas antes. Mas casos onde os caçadores são mortos por mutilações, causadas pelos animais, são considerados ainda mais raros.

Segundo Stephens, há cerca de quatro anos, um caçador ficou preso depois de ser perfurado pelo chifre de um cervo, no condado de Ashley. Mas mesmo com um ferimento tão violento assim, ele ainda conseguiu sobreviver. E em 2018, outros três casos foram registrados.

No geral, nos últimos cinco anos, aconteceram quase 100 acidentes de caça a cervos. Mas a maioria desses acidentes aconteceu por causa de quedas e não por ataques dos animais. Os casos fatais foram cinco.

O que as agências de caça recomendam é que o caçador espere, no mínimo, 30 minutos depois que eles atirarem no animal, para poder se aproximar do mesmo.

Os cervos não são considerados animais agressivos, mas eles podem se defender com bastante violência. Para o presidente da Comissão, a caça é considerada uma  "ferramenta de gerenciamento da vida selvagem" no Arkansas.

Segundo dados, nessa temporada de caça, 33.134 cervos foram mortos por caçadores. Deste total, 10.714 eram cervos com chifres.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+