icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Calouros de medicina usam o trote para arrecadar suprimentos para casa de repouso

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      27/03/19 às 18h58
capa do post Calouros de medicina usam o trote para arrecadar suprimentos para casa de repouso

O trote é uma espécie de "ritual" de passagem para o nível superior de ensino. Um dos momentos mais esperados pelos estudantes quando eles conseguem a aprovação para o tão desejado curso superior. Uma tradição que marca o início das aulas na universidade. Geralmente é um momento de interação entre os alunos calouros e os veteranos de seu curso.

Infelizmente, muitas vezes, o que seria um momento de alegria, termina com relatos de violência e submissão que os novatos são submetidos. Mas cada vez menos isso tem acontecido, e o tradicional trote deu espaço a um novo formato: o trote solidário. Não abrindo mão das festividades comuns, esse tipo de trote é caracterizado pela cooperarão junto a alguma causa social.

E foi isso que os calouros do curso de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fizeram em Macaé, no Rio. Eles se uniram e arrecadaram dezenas de suprimentos que foram entregues em uma casa de repouso.

O trote solidário

Nada melhor para comemorar esse momento de alegria, que é o ingresso no ensino superior, do que ajudar o próximo. E assim esses calouros de medicina iniciaram o semestre.

Eles arrecadaram dezenas de alimentos, material de limpeza e produtos de limpeza para uma casa de repouso. O trote solidário é organizado todos os semestres pelo Centro Acadêmico (CA) e pela Comissão de Acolhimento, geralmente formada pelos alunos do segundo período. A atividade não é obrigatória, e só participa quem quiser.

"Todos os semestres, convidamos os calouros a ficarem um período do dia na porta de um supermercado da cidade para arrecadar suprimentos para a Casa do Idoso", conta a veterana Karine Teotônio.

Os calouros abordam as pessoas na porta de um supermercado. Eles pedem as pessoas para contribuírem com qualquer produto, e explicam que tudo faz parte do "trote solidário" e que os itens arrecadados vão ser entregues em uma casa de repouso para idosos.

No outro dia, eles reúnem todos os suprimentos recolhidos e levam até a casa de repouso e ainda aproveitam o tempo para interagir com os idosos.

"Eles ficaram muito felizes com as doações. Foram 12 carrinhos. Disseram que o estoque estava baixo, e que não tinha hora melhor para levarmos!", afirma Karine.

E esse não é o único exemplo de trote com cunho social, algumas faculdades já têm feito o chamado trote ecológico que consiste em atividades voltadas à preservação do meio ambiente.

Trote ecológico

Os alunos das universidades Unicamp e PUC, em Campinas, São Paulo, também começaram as aulas fazendo o bem. Tanto os alunos veteranos como os calouros participaram do "trote ecológico", e plantaram mais de 120 árvores e participaram de uma palestra sobre preservação ambiental.

As mudas de plantas foram plantadas na Mata Atlântica de Santa Genebra, no distrito de Barão Geraldo. Segundo os organizadores do evento, a iniciativa tem o objetivo de promover a reflexão a respeito da importância da preservação ecológica e também da participação dos jovens em questões relacionadas ao meio ambiente.

E você, já participou de algum trote? Conta para a gente como foi e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest