• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Canais de Veneza ficam limpos e cristalinos pela primeira vez em anos

POR Bruno Dias    EM Mundo Afora      18/03/20 às 15h39

A pandemia de coronavírus já se tornou uma emergência de saúde pública global, com novos casos da doença a cada dia. Enquanto uma vacina para a doença ainda não fica pronta, a principal preocupação agora, e evitar o contágio da doença.

Esse surto já teve várias consequências econômicas, como por exemplo, as companhias aéreas, operadoras de cruzeiro e indústrias que estão entre as mais afetadas. Além disso, o surto está abalando os mercados globais e pode causar um trilhão de dólares em danos econômicos.

Além de consequências óbvias, o surto de corona também causa impactos em coisas que, a priori, ninguém imaginaria. Alguns cartões postais ou marcas registradas de cidades estão sofrendo mudanças por causa do surto do vírus. E nem sempre são mudanças negativas.

A cidade de Veneza, que está localizada no nordeste da Itália, é conhecida por quase todos, pelo menos de nome. O lugar é famoso por suas ruas tomadas pela água, sua arquitetura e as obras de arte. Uma parte da cidade está listada como Patrimônio Mundial. Ela é a capital de Veneto e abriga aproximadamente 270 mil pessoas. Vários movimentos artísticos importantes ganharam força na cidade, principalmente o período renascentista.

Ela é formada por mais de 100 pequenas ilhas, em uma lagoa no Mar Adriático. Exatamente por isso a cidade, construída sobre lama e água 15 séculos atrás, não tem estradas, apenas canais. Além disso, a origem de sua construção remonta ao período das invasões bárbaras.

Nessa época, a Europa passava por um período que, posteriormente, ficaria conhecido com o momento das Invasões Bárbaras. E os habitantes da região norte já buscavam um lugar seguro, para se proteger das investidas de povos, como os visigodos, e de conquistadores temidos da Átila,o  rei dos hunos. E foi nesse contexto, que a cidade começou a ser construída.

Cidade

Atualmente, Veneza é considerada um dos destinos mais românticos para se visitar. Além de ser também uma das cidades mais turísticas de toda Itália. Com o surto do coronavírus, a cidade foi a primeira a suspender suas atividades. No dia 23 de fevereiro, Veneza cancelou seu carnaval bem no meio do feriado.

Três semanas depois dessa suspensão, é possível ver um fenômeno bastante surpreendente acontecendo na cidade. O que ninguém esperava aconteceu. Os canais de Veneza voltaram a ter vida.

Os canais da cidade sempre foram vistos como sujos e fétidos. Mas nos últimos dias, os moradores de Veneza tiraram fotos e colocaram em suas redes sociais, para mostrar como os canais estão com sua água cristalina e peixes nadando neles.

Mudança

Na Itália como um todo, todas as atividades não essenciais foram suspensas. E os mais afetados foram o turismo e o esporte. Estações de esqui foram fechadas e também restaurantes, bares e ate mesmo coisas clássicas da cidade não irão acontecer.

Essa situação não é vista no país desde a época das duas guerras mundias. Já foram mais de 2.500 mortes pelo surto de coronavírus e mais de 30 mil casos diagnosticados. Mas, felizmente, o isolamento parece estar dando seus primeiro sinais de eficácia. E as curvas de contágio estão diminuindo.

O isolamento está previsto para acontecer até o dia três de abril. Quando a data chegar a situação será revista. Uma mudança positiva que pode se ver graças ao isolamento é esse efeito na vida natural dos lugares. Em várias cidades que estão com suas ruas vazias, foram registrados animais selvagens passeando, como por exemplo, golfinhos nos portos.

Próxima Matéria
Via   Go outside  
Imagens Facebook
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+