icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


A chocante história do maior massacre americano

POR Leticia Rocha EM Curiosidades 30/10/18 às 18h17

capa do post A chocante história do maior massacre americano

Um dos mais chocantes massacres americanos abateu quase toda a população de Dakota, em Minnesota. Os colonos passavam por uma grande crise econômica e de alimentos, graças a um acordo que haviam feito com o governo e que não estava sendo seguido de acordo com o combinado.

Em 1852, os Estados Unidos realizaram uma série de tratados com o povo de Dakota. Milhões de quilômetros de suas terras foram dadas em troca de ouro, dinheiro e comida. No entanto, os EUA não cumpriram o combinado e alteraram o tratado, de forma que o pagamento não fosse para o povo de Dakota, mas para os colonos que vendiam mercadorias para eles.

Crise, desespero e fome

A falta de pagamento do tratado fez com que o  povo de Dakota entrasse em crise. Eles não tinham mantimentos o suficiente e nem dinheiro para adquiri-los. A situação piorou quando uma infestação atingiu a principal safra de milho e a destruiu completamente. Essa era a única esperança que eles tinham para superar a crise de alimentos e isso os deixou completamente desesperados.

O desespero foi o principal responsável pelo início da guerra. Em 17 de agosto de 1862, um grupo de Dakota invadiu uma agência governamental responsável por administrar e manter as lojas de alimentos. Eles levaram farinha e outros alimentos básicos. Isso não só assustou aos colonos brancos como os deixou enfurecidos.

Nesse mesmo dia, um outro grupo que voltava para casa de mãos vazias, tentou roubar ovos de um pequeno assentamento de colonos brancos. No entanto, eles foram pegos enquanto faziam isso e acabaram matando a família que era dona das galinhas.

Diante de toda a situação de fome e desespero, os guerreiros de Dakota declararam guerra aos colonos brancos e ao governo dos EUA.

Massacre de Dakota

Após declarar guerra aos EUA, vários outros saques foram realizadas e centenas de colonos brancos morreram, assim como os guerreiros de Dakota, até que o fim da guerra fosse finalmente decretado. Apesar disso, o povo de Dakota sabia que aquilo não teria acabado ali e foi de fato o que ocorreu.

O governador de Minnesota declarou que o povo de Dakota deveria sair do estado, para fora das fronteiras. Além disso, uma recompensa de 200 dólares foi oferecida pelo couro e cabelo de um dakota. Os guerreiros que não conseguiram fugir foram capturados e mortos. Cerca de 38 prisioneiros de Dakota foram executados, na maior execução em massa dos EUA.

As mulheres, idosos e crianças foram levados para campos de concentração onde viviam em situações precárias e onde permaneceram até serem banidos do estado de Minnesota.


Próxima Matéria
avatar Leticia Rocha
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest