• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Cientista afirma que monstro do Lago Ness pode ser real, entenda

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      23/08/19 às 13h40

Em 2018, análises de DNA de criaturas vivas nas águas do famigerado lago escocês de 226 metros de profundidade, o Lago Ness, foram realizadas. Segundo Neil Gemmell, biólogo da Universidade de Otago, Nova Zelândia, que liderou o projeto, existe uma teoria que ainda pode vir a provar a existência do mítico Monstro do Lago Ness.

A figura deste monstro permeia o imaginário popular há centenas de anos. Entretanto, além de especulações, nunca se conseguiu provar de fato a sua existência. Também conhecido como Nessie, a lenda sobre esta criatura é uma das mais antigas da história. Seus primeiros registros datam do século VI.

Gemmel se sentiu motivado então a buscar evidências que pudessem comprovar de uma vez por todas a existência do monstro. Assim, ele deu início a seus estudos. Em junho daquele ano foram reunidos alguns cientistas de várias localidades e as buscas começaram. Duzentos e cinquenta amostras de DNA foram coletadas em diferentes partes e em profundidades distintas do lago.

Evidências

Posteriormente, elas foram sequenciadas e analisadas em bacos de dados já existentes. Tudo isso em busca de algo que comprovasse a existência do monstrengo. Algumas pessoas acreditam que o Monstro do Lago Ness, na verdade, venha a se tratar de um Plesiossauro. Uma ordem do período jurássico, cujos membros foram extintos há muito tempo. Restando apenas um espécime, que seria a criatura que habita no lago escocês.

Foram identificadas quinze espécies de peixes e aproximadamente três mil bactérias vivendo no corpo d'água. Entretanto, nenhuma prova contundente foi encontrada de que Nessie exista. Mas, isso não desmotivou os pesquisadores. Os envolvidos no estudo acreditam que sua existência ainda seja algo real. "Nossa pesquisa essencialmente discute a maioria dessas teorias, no entanto, uma teoria permanece plausível", disse Gemmell.

A equipe de Gemmell ainda não divulgou quais seriam as bases que ainda sustentam a crença na existência da criatura. Muito provavelmente porque eles ainda não definiram se o estudo que estão realizando se tornará ou não um documentário. A produção do documentário em questão pode ser voltado para a exibição na TV. Garantindo assim que o maior número de pessoas possam acompanhar à revelação da descoberta.

Uma coletiva de imprensa foi marcada para 5 de setembro em Drumnadrochit, às margens do Lago Ness, onde os resultados da pesquisa de Gemmell e equipe serão revelados. No início de 2019, cerca de 20 mil pessoas se inscreveram em um evento nas redes sociais para procurar pelo mítico Monstro do Lago Ness.

Em outro momento, um movimento semelhante aconteceu em relação à Área 51. Sendo esta uma instalação secreta do governo dos Estados Unidos onde, supostamente, estariam abrigadas criaturas extraterrestres capturadas por eles. Ao saberem do evento (em busca do Monstro), marcado para acontecer em 21 de setembro deste ano, autoridades locais emitiram um alerta em relação aos perigos de tal atividade.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Vocês já tinham ouvido falar sobre o Monstro do Lago Ness? Deixem nos comentários a sua opinião e feedback, eles são muito importantes para gente, e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+