icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Cientistas conseguiram recuperar a visão de ratos utilizando partículas de ouro

POR Lucas Curado    EM Ciência e Tecnologia      09/03/18 às 11h33
capa do post Cientistas conseguiram recuperar a visão de ratos utilizando partículas de ouro

Nos últimos anos a ciência teve um "boom" de crescimento. Diversas tecnologias que não tínhamos acesso hoje fazem parte de nosso cotidiano. Isso não se limita somente a smartphones e outros aparatos, mas também a tecnologia e procedimentos médicos.

Um grupo de cientistas de uma universidade chinesa começaram a dar os primeiros passos largos para o que pode vir a ser uma alternativa para doenças visuais diversas. Utilizando um teste com ratos de laboratório, a equipe conseguiu "curar" a cegueira de uma cobaia.  Antes, o rato não conseguia ver absolutamente nada. Entretanto, foi descoberto uma forma de restaurar a sensibilidade a luz... E muito mais que isso.

Hoje a Fatos Desconhecidos trás para você um pouquinho dessa pesquisa. Com certeza ainda vai levar um tempo para nós curarmos plenamente pessoas cegas, mas estamos na direção certa. O mais impressionante é que a técnica em si não algo tão "complexo". Na verdade, pode-se se dizer que é uma solução bem prática! Conheça a descoberta dos cientistas que conseguiram recuperar a visão de ratos utilizando partículas de ouro.

Um "colírio" para os olhos

Cientistas estão cada vez mais próximos de conseguir curar pessoas com problemas de visão de origem degenerativa. Como seria possível? Na universidades de Fudan, em Changai, China, um grupo de pesquisadores conseguiram, literalmente, devolver a visão para um rato. Foi implantado nos olhos do pequeno rato alguns fotorreceptores protéticos de ouro.

Contudo, esse foi somente o primeiro passo para esse tipo de tecnologia. Não foram feitos testes com pessoas. Mesmo que as respostas nas cobaias tenham sido positivas. O que mais chama a atenção nessa técnica em desenvolvimento, é que o aparelho não necessita de outros aparatos externos. Em outras palavras, não é necessário dispositivos eletrônicos para ele funcionar. Ele por si só funciona como uma "prótese para a visão".

Como funciona?

Essa prótese é na verdade um nano-fio de ouro com menos de 100 nanômetros. Esse nano-fios são postos atrás dos olhos do pacientes, no caso, do pequeno roedor. Uma vez que a luz acerta o fio de ouro, eles geram uma pequenina carga elétrica. Essa mesma carga elétrica é o suficiente para estimular os neurônios a criarem uma resposta visual.

Quando a equipe fez uma análise mais profunda nos ratos, eles observaram que os fotorreceptores reagiam a luz azul, verde e ultravioleta, possibilitando a recuperação da visão do rato. Também analisaram com um teste de retina básica e tudo estava funcional.

O que podemos esperar

Em outras palavras, com esse procedimento, os espécimes readquiriram a sensibilidade a luz, e não somente isso, como eles estavam conseguindo ver em cores. Ainda que eles pudessem ver colorido, eles não conseguiam ainda ver em todas as cores.

Analisando por um ponto de vista mais positivo, essa é uma etapa importante para o desenvolvimento da recuperação da visão, mesmo que parcial. Ainda sim, ainda faltam algumas décadas para essa técnica e tecnologia serem desenvolvidas de forma plena. Contudo, uma coisa é certa, no futuro nós teremos uma "cura" para alguns tipos de cegueira.

E aí, o que achou da matéria?


Próxima Matéria
avatar Lucas Curado
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest