• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Cientistas descobrem a causa do primeiro aquecimento global da Terra

POR Isabela Ferreira    EM Natureza      04/07/18 às 14h45

Sem dúvida, aconteceram inúmeras mudanças no Planeta Terra desde o surgimento da vida. Os primeiros a aparecerem em nosso território foram as algas e plantas, que se encarregaram de converter nossa atmosfera - antes formada em sua maior parte por dióxido de carbono - em oxigênio. A partir daí, o caminho estava livre para o desenvolvimento da fauna. Por outro lado, um fato que sempre deixou os cientistas com a pulga atrás da orelha foi o primeiro aquecimento global, que aconteceu pouco depois da vida se instalar pelas águas.

Pesquisas identificaram que o primeiro fenômeno do tipo aconteceu há cerca de 520 a 540 milhões de anos. Embora não tenha sido nada tão intenso quanto conhecemos hoje, ainda foi capaz de mudar novamente nossa atmosfera, provocando consequências que dizimaram espécies.

Logo após os primeiros 100 milhões de anos em que a vida prosperava, os níveis de oxigênio começaram a cair. As temperaturas se elevaram e o dióxido de carbono começou a ser mais presente. A situação fez com que diversos animais entrassem em uma crise de extinção em massa. Até então os pesquisadores não haviam entendido o que ocasionou o fenômeno. No entanto, novos estudos sugerem que foram os próprios animais.

Segundo o cientista climático Tim Lenton, da Universidade de Exeter: "Como vermes em um jardim, minúsculas criaturas no leito marinho perturbam, misturam e reciclam material orgânico morto - um processo conhecido como bioturbação. Como o efeito da escavação dos animais é grande, você poderia esperar ver grandes mudanças no ambiente quando todo o leito oceânico mudasse de um estado não perturbado para um estado bioturbado".

Modelos de pesquisa

A equipe responsável pelo estudo usou modelos matemáticos que ligavam o surgimento dos animais ao primeiro aquecimento global. Antes da explosão Cambriana - aparecimento dos filos mais importantes do período - o fundo dos oceanos era coberto por esteiras microbianas que permaneciam intactas. Os primeiros animais mudaram a ordem das coisas. Começaram a escavar e a deixar restos fósseis dentro das águas. Dessa forma, consumiam oxigênio e produziam dióxido de carbono.

De acordo com Benjamin Mills, da Universidade de Leeds: "A evolução desses pequenos animais realmente diminuiu o oxigênio no oceano e na atmosfera, mas também aumentou os níveis de dióxido de carbono a tal ponto que causou um aquecimento global. Sabíamos que o aquecimento ocorreu neste ponto da história da Terra. No entanto, não percebemos que poderia ter sido dirigido por animais".

É algo bem parecido com o que acontece atualmente. Mas vale lembrar que, ao contrário dos primeiros animais, nós podemos tomar medidas que diminuam a gravidade do problema. Ainda segundo Mills: "Há um paralelo interessante entre os primeiros animais a mudar o mundo de maneira que era ruim para eles, e o que nós, animais humano, estamos fazendo com o planeta agora. Estamos criando um mundo mais quente com a expansão da deficiência de oxigênio. Isso é ruim para nós e para muitas outras criaturas com o qual compartilhamos o planeta".

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+