icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Cientistas descobrem o estranho motivo de uma família inteira não sentir dor

POR Lucas Curado EM Ciência e Tecnologia 08/03/18 às 15h05

capa do post Cientistas descobrem o estranho motivo de uma família inteira não sentir dor

Imagine se sua mãe não fosse capaz de sentir dor, porém, você também não sente dor. Logo você pensa que apenas "puxou" a rara característica dela. Você consideraria isso algo bom ou algo ruim? Por um lado, você poderia ter vantagens em algumas áreas e trabalhos, porém, você teria que tomar muito cuidado para não se machucar. A dor é um mecanismo biológico para evitar que nós entremos em alguma enrascada.

Se você está pegando em uma superfície quente e está distraído, a única forma de você tirar a mão de lá é sentindo ela queimando. No caso dessa família, eles tem que estar sempre atentos a esse tipo de situação. O que mais chamou a atenção dos cientistas que estão estudando esse caso é o fato dele ser passado de geração para geração. A colaboração que essa família pode trazer para a medicina pode ser sem precedentes.

Hoje a Fatos Desconhecidos traz para você  um caso muito curioso de uma família que simplesmente não consegue sentir dor. Em outras palavras, eles nunca vão sentir o desespero de pisar em um bloquinho de lego descalço ou chutar a quina da mesa com o mindinho. Lógico, existem desvantagens, na verdade desvantagens bem evidentes. Todavia, segundo eles mesmos, isso não é lá tão ruim. Cientistas descobriram o motivo de uma família inteira não sentir dor e isso vai te deixar encabulado.

Família "Superpoderosa"

A família Marsilis, que mora na Itália, possui um gene que para muitas pessoas seria considerado um superpoder. Por gerações, muitos dos seus membros familiares simplesmente não sentem dor.  Sim, por exemplo, se eles precisarem fazer uma cirurgia, eles simplesmente não precisaram de anestesia. Esse "super poder" permite que eles comam pimentas fortes, ou realizem tarefas que, para algumas pessoas seriam bem dolorosas e exaustivas.

Claro, quando falamos desse jeito, nós não estamos pensando nos problemas que isso pode resultar. Uma pessoa que não sente dor pode acabar se ferindo ou tendo problemas graves de forma muito mais fácil. Se a pessoa pisa em um prego, vai demorar até que ele perceba que foi ferida. Isso vale também para situações mais críticas.

"Superpoderosa", mas nem tanto assim

Imagine-se indo para um fazenda. Você não sente dor. De repente você se sente tonto e cai no chão. Você havia sido picado por uma cobra e nem percebeu que isso tinha acontecido. Esses risco vai estar presente na vida dessa família para sempre. É o primeiro caso relatado de um gene que "impossibilita" a dor.

Nessa família, a matriarca de 78 anos de idade não sente dor. Ela passou esses genes para duas filhas, que consequentemente passaram para seus filhos. Uma das duas filhas diz que machuca com grande frequência sua boca com bebidas quente. Também diz que um dos seus filhos tem os joelhos bem frágeis. O motivo desse problema é que ele, como jogador de futebol, já sofreu diversas micro-fraturas e nunca se deu conta até que o dano já tivesse sido causado. Mesmo assim, eles não consideram a condição uma "desvantagem".

Entendendo os Genes

Sendo esse o primeiro caso dessa síndrome relatada, ela foi batizada de Síndrome de Marsilis. Para os pesquisadores e cientistas da área, essa é uma oportunidade única de entender melhor como funciona os mecanismos e a genética da dor, uma vez que esse gene é passado hereditariamente. A ideia é mapear o código dos genes da família e transformar isso em uma forma de tratar pessoas com dores crônicas.  Por causa dos Marsilis, abriu-se portas para a manufatura de novas drogas que serão muito úteis para diversos tratamentos.


Próxima Matéria
Via   iflscience  
avatar Lucas Curado
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest