• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Cientistas descobriram uma maneira de recuperar os dentes em dois meses

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      14/05/19 às 19h12

Existe um ditado que diz que nossos dentes são nosso cartão de visita. Em geral, as pessoas costumam ser bem preocupadas com a sua aparência. Ainda mais depois do advento das redes sociais, onde, muitas vezes, a sua imagem é o principal "produto" ali veiculado. Portanto, com o tempo, as pessoas passaram a se preocupar ainda mais com os cuidados pessoais. E na era das selfies, ter um belo sorriso é fundamental.

No entanto, perder um de seus dentes, pode ser algo assustador para qualquer pessoa. Independentemente do quão vaidosa seja essa pessoa. Mas, esse é um problema que muitas pessoas enfrentam. Para termos uma noção, mais de um quarto dos adultos perdem todos os dentes ao chegar aos 74 anos.

Uma nova alternativa

Embora os implantes dentários tenham se tornado mais populares e ajudem em relação a isso, eles podem ser realmente desconfortáveis. Especialmente porque eles não se adaptam à boca à medida em que envelhecemos. Porém, uma nova técnica pode ser a esperança das pessoas para cultivar novos dentes em apenas 9 semanas. A técnica consiste no uso de células-tronco do próprio paciente.

Cientistas do Centro Médico da Universidade de Columbia, em Nova York, nos Estados Unidos, desejam conseguir que as células-tronco possam criar um dente anatomicamente correto. O novo dente cresceria no espaço vago na boca da pessoa, se fundindo com o tecido da gengiva circundante.

Tal técnica já se mostrou eficaz no cultivo dos novos dentes, embora ela ainda não tenha sido testada em humanos. Segundo o que foi publicado no Journal of Dental Research, os pesquisadores realizaram experimentos em 22 ratos. Fatores de crescimento foram implantados na boca dos ratos. Logo depois, o novo material ósseo foi regenerado e integrado em apenas 9 semanas. Ainda de acordo com os cientistas, essa foi a primeira vez que estruturas semelhantes aos dentes foram regeneradas em um organismo vivo.

Caso o novo tratamento venha a ser aprovado em humanos, uma série de benefícios virá acompanhada a ele. Como o dente é cultivado no espaço onde ele irá crescer, não há a necessidade de se colher células-tronco externas ou criar um ambiente externo para o seu cultivo, à medida que ele cresce.

Implantes nunca mais?

Dessa forma, os pesquisadores acreditam que essa será uma solução mais econômica para aqueles que não podem pagar por implantes dentários. Sem contar que, como eles crescem diretamente no lugar certo e na própria boca do paciente, é bem provável que a recuperação seja mais rápida e as probabilidades de problemas futuros sejam minimizadas.

Os implantes dentários, por enquanto, ainda são a alternativa mais próxima de substituição dos dentes perdidos em humanos. Porém, os implantes podem ser dolorosos e exigem um longo processo de cicatrização. Outro ponto negativo é que, com uma certa frequência, eles não se adaptam à boca das pessoas conforme elas envelhecem. O que pode acabar se tornando um grande problema.

O que nos resta agora é torcer para que esse novo tratamento se torne uma realidade muito em breve. Desde já, a Universidade de Columbia registrou patentes para essa nova tecnologia e tem buscado formas para tornar o processo comercialmente viável.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+