• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Cientistas identificam anticorpo que neutraliza o coronavírus

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      06/05/20 às 14h20

Nós estamos vivendo a pandemia do coronavírus, que está deixando todas as pessoas bastante assustadas e surpresas. O COVID-19 surgiu em Wuhan, na China. E  por causa de sua intensidade e capacidade de matar as pessoas, o mundo todo está passando por uma situação bastante delicada e está em estado de alerta.

E com a urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia, laboratórios do mundo inteiro estão se mobilizando, em busca de uma vacina eficaz contra a COVID-19. E tentar entender um pouco mais sobre esse vírus.

Cientistas já conseguiram ver como o novo coronavírus ataca as células humanas, o que é um passo para impedir que esse ataque aconteça. E agora, cientistas da Universidade de Utrecht, do Erasmus Medical Center e do Harbor BioMed dividiram com o mudo a sua descoberta. Eles descobriram um anticorpo que é capaz de neutralizar o Sars CoV-2, que causa o COVID-19.

Anticorpo

Anticorpos são proteínas que o próprio corpo humano produz que são capazes de reconhecer e neutralizar micro-organismos, como por exemplo vírus e bactérias. Eles são produzidos pelos linfócitos B, que são células do sistema imunológico. E são eles que lutam contra os invasores do nosso corpo, como é o caso do novo coronavírus.

Essa equipe de pesquisadores já estavam estudando os anticorpos que eram direcionado ao Sars Cov, que é um vírus da mesma família que causou a epidemia da China em 2002. E a equipe resolveu testar as suas opções para ver o resultado com o novo coronavírus.

"É um trabalho muito preliminar. Mas é o primeiro publicado, eu sei que tem outros que estão até mais adiantados. Os pesquisadores já trabalhavam com anticorpos, e tinham esse que era metade humano e metade rato. Eles imunizaram os ratos, e tinham esse painel de anticorpos. Adaptaram em uma versão para os humanos", disse a pesquisadora Ana Maria Moro, do Instituto Butantan, que também pesquisa a produção de anticorpos monoclonais neutralizantes no Brasil.

Segundo o líder da pesquisa na Universidade de Utrecht, Berend-Jan Bosch, esse novo anticorpo conseguiu neutralizar o Sars Cov-2 em células in vitro. E o coautor Frank Grosveld disse que o anticorpo é totalmente humano.

"O anticorpo usado neste trabalho é 'totalmente humano'. Permite que continue mais rapidamente o desenvolvimento e reduz potenciais efeitos colaterais relacionados ao sistema imunológico", disse Grosveld.

Tratamento

Conseguir detectar anticorpos é uma das formas científicas mais importantes para conseguir se criar um tratamento, bem como as vacinas contra os microrganismos. Mas um ponto importante, ressaltado por Ana Maria Moro, é que esse anticorpo não impede que o vírus entre na célula.

"Fizeram um anticorpo humano, mas eles não sabem ainda como neutralizar exatamente. Isso eu achei um ponto de interrogação. E só fizeram o ensaio em células de laboratório", ressaltou Ana Maria.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo financia um projeto da cientista, em São Paulo. Ela também está desenvolvendo anticorpos em laboratório para um novo tratamento de pacientes com COVID-19.

De acordo com Ana Maria, essa foi a primeira publicação de uma universidade sobre um anticorpo contra o Sars-CoV-2. Ela disse que uma empresa da Coreia do Sul também conseguiu esse anticorpo. Mas não foi publicado em nenhuma revista científica.

"Eles identificaram uma sequência. Não quer dizer que eles tenham um produto pronto para usar. Precisa fazer estudo em macacos, precisa fazer as linhagens", explicou.

Próxima Matéria
Via   G1  
Imagens R7 Poder 360
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+