• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Cigarros eletrônicos podem ser mais prejudiciais a saúde do que você imagina

POR Natália Pereira    EM Ciência e Tecnologia      01/02/18 às 17h37

O cigarro já enfrentou autos e baixos na indústria. Hoje, mesmo que seu número tenha diminuído, o vício ainda trás a morte de muitas pessoas. Um estudo analisou os fumantes diários em nosso país. Percebeu-se um declínio entre elas que foi de 29% para 12% entre os homens e de 19% para 8% entre as mulheres. Ainda assim o número de mortes causadas pelo fumo é alarmante. Chegando até a 6 milhões em todo o mundo por ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde em 2013.

Além do convencional cigarro, outras opções legais também tem tomado o mercado para sanar esse vício. Tais como o paiero, o narguilé e o cigarro eletrônico. O problema é que, se tratando dos cigarros eletrônicos, apesar da maioria dizer que estes não fazem mal para a saúde isso não é verdade. A saúde tecnológica encontrada pelos amantes de cigarro pode ser realmente perigosa e esses são os motivos para isso.

O problema dos cigarros eletrônicos

Os cigarros eletrônicos começaram a ganhar seu espaço devido seu diferencial. Além de afirmar não causar danos para a saúde eles também possuem diferentes sabores. E é exatamente aí que está o problema. Um estudo feito recentemente provou que sabores como o de canela e baunilha podem aumentar o risco de seus usuários obterem doenças. A descoberta foi feita por cientistas da University of Rochester e o seu resultado foi publicado pelo jornal Proceedings of the National Academy of Sciences.

Eles descobriram que os produtos químicos encontrados nos aromas dos produto afetam os leucócitos dos fumantes. Eles podem causar inflamações e morte celular. Além disso, uma comparação feita entre os sabores mostrou que eles possuem diferentes níveis tóxicos. Eles pretendem fazer com que as empresas de cigarros eletrônicos coloquem informações mais detalhadas de seus componentes e pedem para que medidas sejam tomadas em relação ao produto. Os componentes tóxicos encontrados nos aromas afetam os glóbulos brancos e ainda podem causar mutações no DNA, que ocasionalmente podem levar ao câncer.

Outros efeitos negativos do cigarro eletrônico também foram apresentados em outros estudos. Eles retratam os efeitos nocivos da nicotina encontrada em algumas essências. Além disso, as soluções presentes neles, e o vapor gerado pelo aquecimento, podem gerar inflamações pulmonares. Isso mostra como eles podem ser danosos mesmo que não aparente. Tinham conhecimento sobre esses efeitos?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+