• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Coalas já são uma espécie extinta funcionalmente, entenda

POR Cristyele Oliveira    EM Mundo Animal      15/05/19 às 14h25

Os coalas entram facilmente na lista de animais mais fofos e dóceis do mundo. No entanto, uma espécie tão meiga e afetuosa parece estar com os dias contados. Isso porque os coalas já estão sendo considerados uma espécie "funcionalmente extinta". Na prática, isso significa que a espécie se encontra em quantidade tão reduzida que já não é mais capaz de desempenhar um papel significativo e ativo em seu ecossistema.

E não é de hoje que as organizações que visam a preservação das espécies alertam sobre a situação dos coalas no mundo. A Australian Koala Fundation é uma delas. Segundo a organização, hoje é difícil chegar a um número exato de quantos coalas ainda vivem na Austrália. Mas não resta dúvidas de que a espécie está vulnerável diante muitas ameaças. O desmatamento, atropelamentos, doenças, queimadas e os efeitos das mudanças climáticas, enfim são muitas as causas. Tudo isso tem colaborado para a extinção definitiva dos coalas.

Extinção funcional

O termo "funcionalmente extinto" ou "extinção funcional" caracteriza uma situação perigosa. É quando uma espécie tem a sua população  encotra tão reduzida que se torna incapaz de se desenvolver em seu ecossistema de origem. E a situação dos coalas é grave. Se continuar nesse ritmo, a espécie não poderá mais se reproduzir para a próxima geração, sendo extinta completamente.

Quando uma espécie se encontra em situação de extinção funcional, ela dificilmente conseguirá dar continuidade. Ainda que ela se reproduza por meio de endogamia (acasalamento entre indivíduos parentes), suas gerações futuras estarão sob ameaça de preservação.

Se não bastasse a diminuição considerável dos coalas, algumas populações, que vivem em áreas urbanas na Austrália, estão passando por uma variação genética reduzida. Isso significa que a sua população pode não ser capaz de se adaptar às pressões seletivas. Tais como mudanças climáticas e redução de recursos naturais.

Os coalas

Não é possível dizer ao certo quantos coalas ainda restam no mundo. Mas, segundo estimativas da Australian Koala Foundation, existem apenas 80 mil coalas em todo o continente australiano.

Desde 2012, a espécie vem sendo declarada como vulnerável e, de lá para cá, a situação só piorou. A principal causa disso é a destruição contínua do seu habitat natural, que são as florestas de eucalipto. Um relatório de 2018 da WWF e do Conselho de Conservação da Natureza já denunciava isso. Além de incluir outros fatores agravantes da situação.

Os coalas são uma parte fundamental da vida e do equilíbrio das florestas de eucalipto. O ecossistema só funciona bem quando todas as partes envolvidas desempenham o seu papel. No caso dos coalas, eles comem as folhas de eucalipto e defecam no solo da floresta, assim os seus excrementos auxiliam para uma "reciclagem" natural de nutrientes vegetais para o solo.

Registros fósseis que datam de aproximadamente 30 milhões de anos mostram que esses animais viviam em harmonia há muito tempo atrás, mas agora, graças ao homem, a espécie está praticamente extinta do planeta. A situação é urgente e demanda que medidas sejam tomadas o mais rápido possível para garantir que os animais sobrevivam e continuem existindo no futuro.

E você, o que acha da extinção dos coalas? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+