icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Depois de 100 anos, a Colômbia concluiu sua obra mais importante

POR Erik Ely EM Curiosidades 23/09/20 às 12h13

capa do post Depois de 100 anos, a Colômbia concluiu sua obra mais importante

No início do mês, uma festa histórica marcou a inauguração de um túnel na Colômbia. Contudo, não estamos falando de qualquer obra, mas sim, de sua obra mais importante e que somente ficou pronta após 100 do início do projeto. "Vamos celebrar um projeto que deveria ter sido concluído há pelo menos 15 anos", afirmou Germán Pardo, presidente da Sociedade dos Engenheiros. "Não devemos ver isso como uma construção épica, mas como uma paixão de Cristo, porque foi um processo muito sofrido", completou Pardo.

Podemos dizer que, por pelo menos um século, almejava-se cruzar a Cordilheira Central, na Colômbia. Essa é uma região composta por três cordilheiras, nas quais os Andes se dividem quando alcançam o norte do continente. No entanto, a real importância de utilizar esse caminho está no fato que agora será possível conectar o centro do país com o Oceano Pacífico.

Uma maneira de facilitar o comércio com outras regiões

Atualmente, a Colômbia, que já é um grande exportador, poderia agilizar o comércio com regiões como a Ásia, por exemplo. Para isso, é necessário atravessar o interior de uma montanha, onde está localizado o túnel. Além disso, a construção também evita acidentem que aconteciam diariamente ao descer e subir a montanha.

Também vale lembrar que, mesmo que a ideia venha de muito anos, somente no século XXI que ela realmente saiu do papel. Desse modo, com o apoio do Estado, ela pôde finalmente entrar em um ritmo acelerado. Mesmo assim, a construção foi atrasada em 11 anos, levantando uma série de escândalos de corrupção e uma espera maior do que era, de fato, necessária.

Segundo os cálculos de Pardo, o túnel da Linha, como é chamado, levou o mesmo tempo de obras do século passado. Isso significa que, mesmo com a tecnologia atual, a construção caminho apenas 0,7 km por ano. Esses números foram obtidos com base na Associação Internacional de Túneis (ITA, na sigla em inglês).

Este é o túnel mais longo das Américas

Oficialmente, a construção levou 11 anos para ser finalizada. Dito isso, estando finalizado, túnel da Linha ficou com 8,6 km de extensão, o que faz dele o túnel mais longo das Américas. Nesse sentido, ele também é construído a 2,4 mil metros acima do nível do mar e promete acelerar a velocidade média de travessia da cordilheira em 230%. Além disso, isso também reduz a total de viagem em 21 quilômetros.

Ao longo dos anos, a Colômbia se viu obrigada a buscar meios alternativos para realizar a rota. Assim, o país investiu em meios de transporte como navios, trens, aviões e veículos. "A diversidade da produção em cada região exigia um meio de transporte diferente para cada uma", afirma Enrique Ramírez, um veterano especialista em economia de transporte. "Um trem não é bom para colher café, assim como um caminhão não consegue transportar bananas com eficiência", completa Ramírez.

Com o projeto tendo início 1913, também há registros de 1929 e 1950. Contudo, tudo acabou sendo arquivado. Depois disso, a obra foi simplificando, o que a deixou mais barata, mas também desencadeou inúmeros acidentes.

Por ano, estima-se que média era de 200 acidentes, segundo dados oficiais. "Mas o debate agora deve ser sobre o que nos custou. Não a obra em si, mas o atraso", afirma Pardo. "Porque se colocarem um valor nisso, chegarão a 20 vezes o que se pagou. O custo de não ter o túnel para o desenvolvimento do país foi enorme. Uma geração foi perdida", completa o engenheiro.


Próxima Matéria
Via   BBC Brasil  
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest