• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como a família de Bin Laden ficou bilionária?

POR Erik Ely    EM Curiosidades      16/01/20 às 17h50

A história de Osama Bin Laden poderia ter sido muito diferente do que conhecemos. Antes de entrar para os mais procurados dos Estados Unidos, Bin Laden tinha tudo para ser mais um multimilionário árabe. Contudo, o herdeiro de um verdadeiro império da Arábia Saudita preferiu trocar sua vida de luxo por lutas na resistência, e posteriormente, no terrorismo. Mas nessa história, um fator pode chamar a atenção. Afinal, como a família de Bin Laden ficou bilionária?

Com uma trajetória controversa, a família de Bin Laden é dona de imóveis luxuosos e até mesmo, de um aeroporto. Dessa forma, todo esse império foi construído graças aos negócios com a extração de petróleo.

Uma família árabe no século americano

Depois de ser morto em 2011, Osama Bin Laden deixou uma fortuna avaliada em cerca de 29 milhões de dólares. Em seu testamento, o terrorista deixou instruções escritas à mão, de como e onde, deveriam ser utilizadas suas economias. Contudo, esse dinheiro vem do império bilionário que sua família construiu ao longo de anos. Dessa forma, toda essa fortuna pode ser atribuída ao seu pai, Mohamed Bin Laden.

Conhecido por ser cego de um dos olhos, Mohamed deixou o país do Lêmen, rumo ao sul da Arábia Saudita. Ainda no início do século 20, ele seguia os peregrinos. Em seguida, o patriarca da família começou a trabalhar como pedreiro. Depois disso, abriu seu próprio negócio, e em pouco tempo, se tornou prestador de serviços do reino da Arábia Saudita. Além disso, Mohamed atuou como parceiro comercial em empreendimentos americanos, que visavam explorar a extração de petróleo no país. Contudo, no ano de 1967, o patriarca morreu devido à um acidente aéreo, deixando, de fato, uma fortuna bilionária para sua família.

Nessa época, Mohamed era um dos homens mais ricos e poderosos do mundo. Após sua morte, deixou muitas obras e muitos filhos. Ao todo, foram 54 filhos de 7 esposas diferentes. Entre eles, estava o herdeiro que ganhou fama por não seguir os passos do pai, Osama Bin Laden.

Caminhando para a riqueza por outros meios

De acordo com Steve Coll, escritor que contou a história da família, os Bin Ladens disputava o poder de uma forma não ortodoxa. Com isso, para aumentar suas riquezas, a família investiu em tecnologias, nas telecomunicações e na indústria cultural. Dessa forma, isso poderia explicar a formação e crescimento desse império bilionário. Nos Estados Unidos, membros da família, se tornaram donos de shopping, condomínios e imóveis de luxo. Além de possuírem prisões privatizadas, serem donos de aeroportos, financiar filmes de Hollywood e ainda, fechar grandes negócios com as empresas de Donald Trump.

Ao contrário dos outros Bin Ladens, Osama usou seu dinheiro para financiar a Jihad, ou seja, a Guerra Santa. Com isso, ele alcançou o feito de inimigo número um dos Estados Unidos. Para se ter uma ideia, mesmo após sua morte, sua herança foi entregue para dois homens e outros familiares. Mas ainda, boa parte do dinheiro foi utilizada para continuar a financiar operações extremistas. No entanto, não há evidências de outra pessoa em sua família tenha se envolvido em atos terroristas.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+