• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como a P!nk ''voou'' no Rock in Rio?

POR Bruno Dias    EM Entretenimento      07/10/19 às 14h28

Os amantes de música, e até mesmo aqueles que não são muito ligados à ela, com certeza, sabem que o Rock in Rio é um dos eventos da música mais ansiados e admirados do mundo. O festival brasileiro foi idealizado por Roberto Medina, e teve sua primeira edição em 1985, na Rio de Janeiro.

Em suma, de sua primeira edição até hoje, o festival já teve 19 edições, entre nacionais e internacionais. Já foram edições no Brasil, em Portugal, na Espanha e nos Estados Unidos. E em 2008, aconteceram edições em dois lugares diferentes: Lisboa e Madrid.

A edição de 2019 aconteceu no Rio de Janeiro, em dois finais de semana. De 27 a 29 de setembro e de 3 a 6 de outubro. As atrações se apresentaram no Parque Olímpico, onde um grande estrutura foi feita para receber os artistas e o público.

Nessa edição, tiveram vários momentos impactantes e marcantes. Mas, com certeza, um que se destacou foi o grande show da cantora Pink. Em síntese, a cantora esperou mais de duas décadas para vir ao Brasil e conhecer seus fãs. Mas a espera valeu a pena e ela entregou um show completo para o público.

E depois do show da cantora americana, uma das coisas mais faladas foi o seu voo em cima da plateia. O voo deixou tanto os presentes quanto as pessoas que estavam assistindo em casa espantados e encantados.

Quando a música "So What" acabou ela foi presa em cabos de aço na cintura. Posteriormente, ela já fazendo as suas conhecidas acrobacias no ar, em cima do público presente. E se você viu o show, ou algumas imagens, com certeza, deve ter ficado se perguntando como Pink conseguiu voar.

Estrutura

Toda a estrutura, que conseguiu levantar a cantora, foi feita pela empresa chamada Tati. Essa empresa também foi responsável por fazer soluções em cenários para espetáculos do Cirque du Soleil e em shows da cantora Katy Perry. E é ela que é a responsável pelos shows da turnê "Beautiful trauma", da Pink.

A empresa é tão bem reconhecida no que faz, que não se limita à indústria do entretenimento. Eles já colaboram com a Nasa e com os Jogos Olímpicos de Londres.

Segundo a própria empresa, a plataforma acrobática tem um sistema de roldanas equipado com uma base giratória acoplada a um par de guinchos em T que acompanham o formato do palco.
Toda essa estrutura permitiu que Pink tivesse movimentos amplos e conseguisse se mover em uma velocidade de três metros por segundo. E isso não valia apenas para a cantora, mas também para todos os objetos cênicos.

Esse sistema é usado também em transmissões esportivas. Mas no caso do show, ao invés de uma câmera acoplada era a cantora. Pink fez vários movimentos acrobáticos enquanto flutuava sobre os milhares de fãs.

O sistema é controlado por operadores que conseguem posicioná-la com toda a segurança do palco, para plataformas que ficam espalhadas no meio do público. Além dos voos em meio à plateia, ela também leva um lustre para o palco para fazer acrobacias.

Meme

As acrobacias de Pink lembraram os internautas de outro momento icônico do Rock in Rio. A participação da cantora Claudia Leitte, no festival em 2011. Essa comparação entre as duas cantoras acabou virando um meme nas redes sociais.

Mesmo com as comparações entre as cantoras, os fãs de Pink ficaram bastante felizes de vê-la depois de duas décadas de espera. E o show dela ficou entre os melhores dessa edição do Rock in Rio.

Próxima Matéria
Via   Globo  
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+