icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Como as pessoas se limpavam antes da invenção do papel higiênico?

POR Fatos Desconhecidos (Acervo) EM Curiosidades 15/09/15 às 18h06

capa do post Como as pessoas se limpavam antes da invenção do papel higiênico?

Imagine a seguinte situação: você sente aquela vontade de fazer o número dois, vai até o banheiro e se alivia, mas na hora de se limpar não encontra o papel higiênico. Não seria nada legal, não é mesmo?

A maioria das pessoas já passou por essa situação e provavelmente passou a valorizar o papel higiênico de cada dia depois dela. Se ficar sem papel higiênico por alguns instantes é ruim, imagine como era antes da sua invenção. O que as pessoas faziam para se limpar nessa época?

O papel higiênico começou a ser usado pelos chineses já no século VI, mas o papel higiênico moderno, como conhecemos hoje, só foi criado no século XIX pelo norte-americano Seth Weeler, se popularizando em seguida.

Antes de haver um produto próprio para a higiene após as fezes, cada um se virava como podia. Evidências históricas apontam que povos como os Vikings usavam lã para se limpar. Já pessoas de classes mais altas, costumavam usar renda para a função.

Cordas e pedras lisas

Além de tecidos, no passado materiais, digamos, mais inusitados eram usados para a higiene. Já imaginou se ao invés de ter papel higiênico no seu banheiro, houvesse pedras e cordas?

Pois eram exatamente esses materiais usados por marinheiros e gregos. Em alto-mar deveria ser realmente complicado conseguir fazer a higiene íntima, por isso as cordas significavam uma ótima saída.

No entanto, as pedras lisas usadas pelos gregos chamam mais a atenção por sua peculiaridade. Provavelmente esse era o material mais acessível e rentável da época para esse fim.

Recursos naturais

Além das pedras, outros recursos na natureza eram usados para a higiene. Os portugueses usavam espigas de milho sem casca para higiene. Nas regiões rurais do Brasil, o uso de sabugos de milho também era comum.

Por outro lado, no Japão as pessoas costumavam utilizar gravetos e os esquimós usavam musgos para fazer a higiene íntima, depois de defecar.

Absorvente feminino

Outra invenção que também contribuiu bastante com a higiene pessoal foi o absorvente descartável. De acordo com o Museu da Menstruação e da Saúde Feminina, em Roma as mulheres geralmente usavam chumaços de lã para conter o fluxo menstrual.

Já na Grécia, elas revestiam pequenos pedaços de madeira com camadas de retalho e no Egito os canutilhos de papiro faziam o papel do absorvente.

Nas tribos africanas, as mulheres apelavam para rolinhos de grama e na Indonésia as fibras vegetais eram as escolhidas para absorver o sangue menstrual.

Não podemos nos esquecer também das toalhinhas higiênicas, que eram feitas de restos de tecido. As toalhinhas começaram a ser usadas na Idade Média e por muito tempo foi o melhor recursos disponível, usado até a época das nossa avós.

O grande problema é que muitas vezes as toalhinhas higiênicas causavam coceira, desconfortos, assaduras e irritações. Elas também podiam ser as protagonistas de infecções.


Próxima Matéria
avatar Fatos Desconhecidos (Acervo)
Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest