• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como Cristiano Araújo morreu?

POR Diogo Quiareli    EM Último Dia      22/10/19 às 14h13

Cristiano Araújo foi, sem sombra de dúvidas, um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos. A fim de se tornar o maior artista do sertanejo, Cristiano lutou diariamente para isso, até o fim de sua vida. Infelizmente, o cantor deixou esse mundo, embora seu nome ainda seja lembrado para muitos. Sua imagem ficou marcada na memória de cada um dos fãs, que ele acumulava em todo o país.

Muitas pessoas sabem que ele faleceu, mas se questionam como isso aconteceu e como foi a sua trajetória. Pensando assim, resolvemos trazer mais essa matéria, mostrando a morte das celebridades do mundo todo. Confira conosco e mande pra gente sua sugestão, afinal, fazemos isso por cada um de vocês.

A morte e história de Cristiano Araújo

O dia 24 de junho de 2015 trouxe uma surpresa, a todos os brasileiros. E não era bem uma daquelas surpresas, que gostamos de receber. Muito pelo contrário. Nesse dia, perdemos uma das vozes mais potentes do sertanejo goiano. Alguém que, com muito esforço e trabalho, estava conquistando o Brasil. Infelizmente, o destino colocou uma barreira, em uma carreira, que acabara de decolar e que conquistava, cada vez mais fãs, por todo o país.

Cristiano de Melo Araújo, ou Cris Araújo como muitos o chamavam, foi um grande cantor, instrumentalista e compositor brasileiro da música sertaneja. Nascido no dia 24 de janeiro de 1986, Cris ficou conhecido por causa de sua voz potente, que rendeu alguns singles bastante impactantes, nas rádios de todo o Brasil. Efeitos, de 2011, Maus Bocados, de 2013 e Hoje eu Tô Terrível, de 2015. Basicamente, são algumas das músicas que fizeram com que sua carreira se espalhasse com bastante força, de forma vertiginosa. O sertanejo já era grande, tinha um cachê de mais de 200 mil reais, mas tinha vivido pouco e, certamente, esperava ter conquistado mais coisas.

Em resumo, Cristiano nasceu em Goiânia e teve, ainda muito cedo, bastante influência da música sertaneja, em sua vida. Era um cantor por natureza, podemos dizer assim. A música estava no seu sangue e vinha de família isso, desde os seus bisavós, avós, pais e tios, que sempre estiveram no meio da música. O que ninguém sabia era que, assim como a música o encontrara cedo em sua jornada, a morte faria o mesmo. E assim, o alcançaria prematuramente. 

O começo de tudo

Com apenas três anos idade, Cristiano já mostrava sua aptidão na música, o que fez com que seu pai percebesse que ele teria um grande e brilhante futuro artístico. Ele disse que, antes do filho aprender a falar direito, já era bastante afinado e conseguia cantar, no compasso da melodia. Foi com 6 anos, que Cristiano viu sua vida mudar. Foi quando ganhou, de seus pais, João Reis de Araújo e Zenaide Silve Melo Araújo, seu primeiro violão, com o qual fez seus primeiros acordes. Foi aprendendo a tocar aquilo em casa, até os 9 anos, quando começou a se apresentar em público.

Ele participava de festivais, festas e comemorações. Aos 10 anos de idade, provando ser um talento, em forma de criança, já havia composto sua primeira canção. A partir daí, quanto mais o tempo passava, mais ele aperfeiçoava sua escrita, sempre escrevendo músicas e se destacando, até passar a ser procurado, por grandes artistas, em busca de uma boa letra.

Mal sabia o jovem que cantor, que cada ano vivido, o aproximava de seu apogeu. Mas também o aproximava do desfecho de sua carreira e, claro, de sua vida. Talvez por isso, tudo tenha acontecido de forma tão rápida em sua trajetória. Tanto que, aos 13 anos, ele já tinha 5 notáveis faixas e isso já era motivo participar do Festival do Faustão, onde ficou entre os seis melhores da Região Centro-Oeste. Com esse fato, Cris ganhou o direito de gravar uma música, no CD Jovens Talentos.

A chegada e a partida da fama

O artista começava a chamar atenção por muitos lugares. Nesse período, viu as coisas caminhando, pelo caminho que sempre sonhou. Até os 17 anos, inclusive, ficou em carreira solo, até que decidiu cantar em dupla. Formou então a dupla Cristiano e Gabriel, que durou cerca de seis anos. Entretanto, não conseguiram o que desejavam, embora tenham amadurecido bastante, profissionalmente falando.

Com seus 24 anos, em 2010, Cristiano decidiu recomeçar mais uma vez. Estaria novamente sozinho. Aquele era o último ponto de virada, em sua carreira. Antes do sucesso pleno, que deu aos brasileiros muitas alegrias, por meio de sua arte. E antes de, lamentavelmente, dar aos mesmos brasileiros, o motivo de grande pesar. Em 2011, Ele apostou em um projeto mais ousado e que deu certo. Seu trabalho resultou na "Efeitos Tour 2011", contando com diversas participações especiais, que alavancaram sua carreira, de forma meteórica.

Cristiano, naquele ano, entrou em uma lista, de final de ano do Google, enquadrado entre as letras musicais mais buscadas. Para se ter uma noção do seu alcance, ele dividia as primeiras posições, com grandes nomes do mercado, como Paula Fernandes e Luan Santana. É... ele tinha de tudo para ser cada vez maior. Quem sabe, o maior artista sertanejo do Brasil se tivesse tido tempo...

Sua carreira, infelizmente, acabou de forma trágica. E, ao contrário de suas músicas, cheias de ritmo e entusiasmo, sua partida trouxe silêncio e inconformidade. Entristeceu e enlutou gente de diversas partes do país. O garoto, que cantando fazia as pessoas rirem, naquela terça-feira, 24 de junho, fez muitos chorarem e lamentarem. Na data, Cristiano Araújo estava com 29 anos. Estava na companhia de sua namorada, Allana Coelho, de apenas 19. Na ocasião, também estavam um dos empresários do cantor, Vitor Leonardo, e Ronaldo Miranda, o motorista.

Acidente

Ao que se sabe, o casal, Cristiano e Allana, estava bastante apaixonado. Tinham planos e até dividiam, com familiares e amigos, seus projetos pessoais para o futuro, sempre colocando todos os sonhos como metas a cumprirem juntos. Cristiano e Allana, junto do motorista do casal e do empresário do casal, voltavam de um show, realizado em Itumbiara, no sul do estado goiano. 

O relógio marcava pouco mais de três e meia da manhã. O veículo, em que estavam, um Range Rover, passava por um trecho da BR-153, entre Morrinhos e Pontalina, em Goiás. Cristiano não imaginava, mas ali, chegavam até ele, e sua companheira, a exata hora e lugar, onde tudo se encerraria. Ali, o carro, que os levava, saiu da pista e capotou. O cantor chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal de Morrinhos. Após isso, precisou ir para o Hospital Geral, em Goiânia.

Apesar da fatalidade ter ocorrido na madrugada, as notícias, que identificavam vítimas do acidente, só vieram à tona no amanhecer do dia seguinte. Os fãs ficaram apreensivos, já no começo da manhã. Aflição que aumentava, a cada minuto, e que preenchia veículos de comunicação, de muitas localidades. A assessoria de imprensa do músico confirmou a informação às 8h30, deixando seus admiradores ainda mais apreensivos, e na expectativa de que tudo ficasse bem. Infelizmente, não ficou. O cantor deixou os filhos João Gabriel, na época com 7 anos, e Bernardo, de apenas 2 anos, ambos frutos de relacionamentos passados.

A princípio, de acordo com o delegado Fabiano Henrique Jacomelis, que apurou o caso, Cristiano e Allana foram arremessados, para fora do veículo, quando ele capotou. Os indícios apontam que eles não usavam cinto de segurança. Os indícios sinalizavam também que o segurança e o passageiro da frente usavam cinto. 

Os Danos

O motorista e o empresário de Cris, de acordo com os bombeiros, sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados para o hospital, na capital. Após o ocorrido, Ronaldo, o motorista, precisou fazer o teste do bafômetro, que não apontou o consumo de bebidas alcoólicas. Todo esse trágico ocorrido fez com que esse dia ficasse marcado, na história do nosso país. Vários artistas prestaram homenagem ao sertanejo em seus shows e nas redes sociais. Ele era, sem sombra de dúvidas, uma pessoa muito querida e admirada.

Na terça-feira, dia 23, último dia de Cristiano, ele publicou, em sua página do Instagram ,uma mensagem dizendo que estava partindo da Bahia, ao lado de Allana, com destino à Itumbiara, onde realizaria o seu último show. Depois do acontecido fatal, vários fãs comentaram, nessa imagem, sobre o ocorrido e mandaram mensagens e homenagens ao cantor. Seu próximo show já estava marcado, e programado para acontecer na noite seguinte, a quarta-feira, dia 25. Seria em Caruaru, no Pernambuco. Os fãs da cidade ficaram inconformados e, assim como o resto do país, desloados com a situação. Após Caruaru, Cristiano seguiria para Praia de Iracema, em Fortaleza. Sua agenda estava cheia e bastante programada.

De acordo com as pessoas, que visitaram Cristiano, no camarim de seu último show, o cantor estava animado, ansioso para subir ao palco e, como sempre, muito brincalhão com os fãs e com os veículos de comunicação, que o entrevistaram. Como sempre, ele parecia estar aproveitando seu último dia de vida.Poucas vezes, a cidade de Goiânia se despediu de forma tão triste de uma pessoa. O seu funeral aconteceu no Centro Cultural Oscar Niemeyer e foi aberto ao público. Milhares de pessoas, incluindo grandes artistas brasileiros e personalidades foram se despedir de Cristiano.

Reação da Família

Seu irmão, também cantor, Felipe Araújo, publicou em suas redes sociais uma homenagem ao irmão mais velho. Com fotos e vídeos, ele deixou uma mensagem de saudades do irmão. De tempos em tempos, ele voltava  a mencionar a morte de Cristiano, inclusive, em um post, absolutamente emocionante, quando a morte do artista completou 3 anos.  

Ironicamente, um verso de uma das músicas de Cris dizia: "O que temos pra hoje é saudade". A sentença das palavras ficou imortalizado na vida dos fãs e amigos, diante da sentença de uma curta vida ao sertanejo. Vídeos e fotos de Cristiano, no seu último dia, fazendo caretas, como costumeiramente era visto, são, ainda hoje, boas lembranças, para todos aqueles que acompanharam sua trajetória musical e vida pessoal.

No dia do seu acidente, o nome Cristiano Araújo ficou em primeiro lugar como trending topic, que é a métrica que calcula a tendência global de menções no Twitter. Havia quase 60 mil citações, por hora. Um ano depois, ele já era o artista mais tocado em todas as rádios do Brasil. Sua página, no Facebook, alcançou 9,2 milhões de seguidores.

Após a Morte

Resultado de imagem para cristiano araujo

Cristiano deixou um CD, com músicas inéditas, que estava em produção. Quando partiu, namorava com Allana havia 1 ano e 2 meses. Ele dizia que ela era uma inspiração e dizem alguns que ele estava convicto de que ela era o amor de sua vida. Certamente era mesmo, tanto que despediu-se da vida, tão jovem, por não abrir mão de acompanhá-lo em sua agitada agenda de shows.  

Após muitas investigações, o motorista do veículo, Ronaldo, foi considerado irresponsável. Dados da caixa preta do carro mostraram que, cinco minutos antes do acidente, ele dirigia a 179 quilômetros, por hora. O condutor foi indiciado pela polícia por duplo homicídio culposo, que é quando não há intenção de matar.

Isso resultou em 2 anos e 7 meses de detenção pelo crime. Com tudo isso, os fãs jamais se sentiram confortados. Ainda que o ponto final da vida de Cristiano Araújo tenha chegado brevemente, nada foi capaz de apagar sua passagem pelo cenário musical brasileiro. Sua figura continua marcante, suas músicas permanecem ouvidas, e, certamente, ele continuará sendo uma das vozes mais potentes que a música sertaneja do Brasil já viu. Uma das que,e nem mesmo a morte calou. Confira conosco um vídeo dessa matéria

Vídeo

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente, afinal, seu feedback é extremamente importante, visto que fazemos tudo pensando em nossos leitores.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+