• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como é a vida em um apartamento de 8 m² em Tóquio?

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      22/11/19 às 19h39

Se você acha que uma kitnet padrão do Brasil, daquelas com um quarto e cozinha acoplada com um pequeno banheiro, tem pouco espaço, reveja. Isso é porque você não conhece os minúsculos apartamentos no Japão. Em comparação aos apartamentos super compactos de Tóquio, as kitnets daqui podem ser consideradas verdadeiras mansões, com espaço de sobra. Porque se alguém consegue viver em um apartamento de 8 m², pode viver em qualquer lugar tranquilamente, não é mesmo?

Ao primeiro instante, imaginar um apartamento inteiro, com quarto, cozinha e banheiro, ocupando um espaço total de 8 metros, pode ser um pouco chocante. Mas na realidade, não é assim tão apertado, dá para ter tudo e viver bem em pouco espaço. O design inteligente é o que tornar o apartamento minúsculo um lugar cabível de viver uma pessoa. Pelo menos, é isso que mostra a experiência dessa YouTuber. Emma registrou toda a sua estadia em um apartamento de apenas 8 m².

A experiência

Na capital japonesa, a falta de espaço é um dos principais problemas quando se fala em moradia. Tanto que, muitas vezes, quartos individuais, acoplados a uma pequena cozinha e um banheiro, são considerados apartamentos inteiros. Em decorrência da falta de espaço, os japoneses encontraram uma solução para o problema, desenvolvendo apartamentos cada vez mais reduzidos. Tudo isso para otimizar o pouco espaço disponível.

O segredo dos apartamentos compactos de Tóquio é o design inteligente, que tem o intuito de otimizar todo o espaço para garantir que não falte nada ao morador. Durante a sua estadia em Tóquio, a YouTuber Emma registrou toda a sua experiência, vivendo em um desses apartamentos.

Ele passou alguns dias vivendo em um apartamento com uma inacreditável metragem de 8 m². Além disso, ela mostrou como é viver em tão pouco espaço. Sua experiência mostrou que dá sim para viver bem e de forma organizada, em um espaço tão reduzido e limitado. Mas, como? Simples, a estrutura do apartamento é pensada para integrar móveis e ambientes, a fim de tirar o maior proveito do espaço disponível.

O apartamento

A altura do apartamento é o ponto alto do seu design. Apesar de estreito muito, o teto alto dá uma impressão de que o lugar é maior do que realmente é. As duas janelas são usadas para trazer a luz exterior, para a área de estar.

O lugar é tão estreito, que Emma consegue tocar as extremidades das duas paredes, sem grande esforço para esticar os braços. O banheiro também é um ponto que merece destaque. O cômodo foi idealizado para esconder o vaso sanitário debaixo da pia, assim. Em suma, conforme a necessidade, você pode mover os objetos.

No entanto, o banho nesse espaço minúsculo deixará tudo molhado, por isso, foi criado um compartimento fechado, para proteger o papel higiênico e outros itens. A fim de proporcionar o máximo de praticidade possível, os móveis personalizados foram feitos especialmente para funcionar em um ambiente tão compacto, ao mesmo tempo, que cumpre com a sua função.

É tudo muito pequeno, mas não falta nada que seja essencial para a estadia de uma pessoa. Quem precisa de muito espaço, não é mesmo? Como tudo tem suas vantagens, olhe pelo lado positivo, na hora da faxina, vai ser bem mais fácil do que em um apartamento gigante.

Enfim, o que você achou desse apartamento minúsculo? Conseguiria viver em um desses? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+