Como era a vida das crianças na Roma Antiga?

POR PH Mota    EM História      22/07/16 às 14h40
foto de destaque

Se você está lendo esse texto, certamente já foi criança em algum momento de sua vida. Talvez há um, cinco, vinte ou quarenta anos atrás, mas todo mundo passa por essa fase. Quem passou por ela em décadas de um passado nem tão distante assim, talvez não tenha se deparado com tantos direitos ou liberdade por ser criança. Até poucas décadas atrás, jovens e crianças eram vistos principalmente como mão de obra para os pais, por exemplo.

Durante a vida na Roma Antiga, o pai sempre era o líder e responsável por sua família. Mulheres não tinham muito poder e as decisões sobre tudo na vida da criança eram feitas pelo pai. Durante um certo tempo, de acordo com as leis vigentes, um pai poderia até mesmo matar seus filhos sem estar cometendo algum crime.

Nessa época, a vida das crianças poderia variar muito dependendo de sexo ou classe social. As meninas, por exemplo, ficavam em casa ajudando as mães com tarefas domésticas, enquanto os garotos estudavam ou trabalhavam. Apesar disso, as crianças também se divertiam com jogos e brincadeiras, como bem deve ser.

Café da manhã

Rome-Food-Tour

O dia-a-dia dos romanos geralmente começava com um café da manhã baseado em pão. Se a criança fosse de uma família mais abastada, a comida poderia estar acompanhada de carnes, peixes ou frutas, por exemplo. Para beber, água ou vinho, mesmo para os jovens. Após a refeição, a maioria das garotas ficava em casa com suas mães, ajudando a cuidar do lar e aprendendo sobre as responsabilidades domésticas. Apesar disso, algumas recebiam autorização para compartilhar o espaço das escolas com garotos. Antes da criação das escolas, a educação era de responsabilidade das famílias, que ensinavam o que queriam, podiam e sabiam para as crianças.

Educação

1

Nas escolas, o aprendizado não era dividido por matérias e o conhecimento era passado de acordo com a necessidade que as crianças tinham. Poderiam aprender a ler, escrever, ver as horas, contar dinheiro ou outras habilidades para lidar com as situações do dia-a-dia.

Brincadeiras

Children_games_Louvre_Ma99_n2

Além das responsabilidades, as crianças também usavam o tempo livre para brincar e se divertir. Os jogos mais comuns eram brincadeiras inspiradas em guerras e soldados, já que os militares tinham tanta importância naquele contexto. Outros passatempos comuns eram versões mais primitivas de brincadeiras como pique-esconde, futebol, queimada ou bolinha de gude.

Lazer

RomanBathhouse2

Outra opção de lazer para crianças em adultos na época eram os banhos comuns. Os locais realmente eram utilizados para tomar banho - em ambientes similares a piscinas ou saunas públicas -, mas também serviam para encontros entre amigos para conversar. Além dos banhos, as áreas abrigavam jardins, academias, bibliotecas e outros espaços para diversão.

Jantar

extra_large-1464367533-2261-ancient-people-ate-porridge-32-000-years-ago

Ao fim do dia - é importante ressaltar que o fim do dia naquela época acontecia muito mais cedo, já que as sociedades dependiam muito mais da luz solar que nós -, as crianças costumavam se reunir em suas casas para a refeição mais importante do dia: o jantar. A comida geralmente era composta de mingau de farinha integral e poderiam ser acompanhados de vegetais, carnes ou ovos, se a situação financeira permitisse.

Além de comer melhor, as crianças ricas tinham várias outras vantagens sobre as pobres. Por não precisar ajudar nas responsabilidades de casa ou com trabalhos fora, tinham mais tempo de lazer. Elas, geralmente, também estudavam com tutores particulares.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+