• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como eram as tecnologias do passado, que deram início a muitas coisas que conhecemos hoje?

POR Júlia Marreto    EM Ciência e Tecnologia      16/08/16 às 15h36

O que podemos dizer sobre a tecnologia? Logo de início, que nossa vida não funciona sem ela. Vamos começar pelo básico, o que você faz quando a energia acaba? A maioria das pessoas acabam sem ficar o que fazer porque estão sempre conectadas à computadores, celulares, televisões, etc.

Essas são as tecnologias que estão em nossas mãos no dia-a-dia, mas será que você já parou alguma vez para se perguntar como eram as ambulâncias da década de 1940? E as próteses do final do século 19? E o primeiro "lava-jato"? As primeiras máquinas de raio-x?

Claro que não estamos generalizando, afinal de contas, nem todas as pessoas são altamente tecnológicas, mas querendo ou não, vivemos numa realidade tecnológica e, talvez, por esse motivo tudo o que nos rodeia se torna parte de nossas vidas. Devemos repensar sobre a importância de aprendermos um pouco sobre como algumas dessas coisas eram no passado.

Podemos começar com a imagem de capa dessa matéria, o primeiro secador de cabelos, inventado por volta de 1920. Imaginem como deveria ser interessante, para aquela época, ficar sentado em frente a uma máquina que soprava ar quente no seu rosto?

Fazendo um comparativo, muitas mulheres possuem um secador de cabelos em casa. Com certeza, essa é uma tecnologia que vale a pena conhecer, ainda mais quando pensamos o quanto é essencial para as pessoas se manterem em um determinado padrão de beleza.

É muito importante lembrarmos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina àqueles que se identificarem. A baixo mostraremos mais algumas tecnologias do passado que hoje fazem parte do nosso cotidiano ou que deram origem a algumas.

Cabines telefônicas

01

Provavelmente, com exceção dos londrinos, pessoas com menos de 20 anos talvez não se lembrem do que se tratavam as cabines telefônicas. A foto acima, é da primeira estação telefônica de Los Angeles (EUA), na S. Spring Street, n. 228, no ano de 1899.

Naquela época, o minuto de uma ligação para São Francisco custava 50 centavos de dólar, ou seja, hoje seria o equivalente a 13,58 dólares. Aqui no Brasil, muita gente deve se lembrar das "fichas" e "cartões" telefônicos. Sem nos esquecermos da expressão "Caiu a ficha" e das várias coleções de cartões, tão famosas na época. E pensar que hoje podemos fazer (vídeo) ligações "gratuitas" pela internet.

Próteses

02

Hoje vivemos em uma época que, graças à antigos modelos (como os da foto acima), as pesquisas e estudos tecnológicos possibilitam o desenvolvimento de próteses robotizadas, permitindo movimentos e proporcionando uma vida o mais prática possível.

Ambulância

03

Algumas pessoas quando se sentem mal, pesquisam no Google sobre os sintomas, tentam se auto-medicar (o que é altamente desaconselhável) ou vão direto nas farmácias.

Quando se trata de algo grave, existem as possibilidade de alguém levar o paciente até o hospital, ou chamar um táxi, quando muito sério, logo se chama uma ambulância (motorizada) e com ela paramédicos já fazem um pronto atendimento no próprio local.

Olhando a foto acima, da década de 1940, podemos perceber que além de difícil acesso, era bem lento o transporte de pacientes que, muitas vezes, morriam no meio do caminho ou antes mesmo dela chegar.

5 mega bytes

04

Você acha que a memória do seu celular com 16, 32, 64 giga bytes não é o suficiente? Que o pen drive do seu carro ou seu dispositivo de música estão com "pouca coisa"? Talvez pense que ter um computador com memória de 1 tera byte não está sendo suficiente para guardar seus arquivos?

Agora, pare e pense, qual o tamanho (físico) desses aparelhos? Olhe novamente a foto acima e agradeça (muito) a essa enorme caixa de metal, que em 1956 carregava a impressionante quantidade de 5mb de informações. Na situação, ocorria uma transferência de dados da caixa para um avião da PanAm.

Máquina de salg... ops! Frutas

05

Quando você está na correria do dia a dia, entre um metro e outro, um ônibus e outro, sem tempo para comer ou beber alguma coisa gelada para matar aquele calor infernal? Pois então, a foto acima é o que podemos chamar de início das máquinas de comida/refrigerante/café/etc.

Tudo bem que naquela época elas não eram automatizadas, mas devemos concordar que foi o início de um sistema bem interessante e útil. A foto acima se trata de uma máquina de vendas, na Estação Paddington, na Londres de 1929.

Patins motorizados

06

Um aparato digno de "De Volta Para O Futuro". Se não vemos patins motorizados hoje em dia é porque, talvez, essa invenção não tenha dado "tãããão" certo assim. Olhando a foto já é possível ver alguns pontos óbvios, como o tanque de combustível nas costas. De qualquer maneira, é uma invenção muito legal, isso não podemos negar.

Arquivistas

07

Tudo aquilo que pode ser registrado, datado, guardado em computadores hoje, no caso, na França de 1937, não era um trabalho tão fácil e rápido quanto hoje. Por isso, existiam esses imensos paredões, cheios de "fichinhas" com informações.

Copiadora

08

Como é ficar cinco minutos esperando na xérox da faculdade por uma imensa quantidade de papeis copiados? Imaginem como era em 1913, quando as maquinas copiadoras eram manuais e, imaginamos, que as cópias não tivessem tanta qualidade como hoje.

Bicicleta aquática

09

No início do século 20, essa foto mostra um ciclista com o que poderíamos chamar de bicicleta aquática, no Lake Enghien, na France. Seria esse o início dos "pedalinhos"?

Raio-X

10

Um máquina de raio-x, fazendo um teste de 1.4 milhões de volts, em 1941. Reparem bem que ninguém está usando proteção.

Lava-Jato

11

Conheçam o início dos lava-jatos, na Chicago de 1924, esse "Auto Wash Bowl", além de caro e, aparentemente, nada prático, parecia ser (pelo menos) divertido.

Saída de Emergência

12

Brincadeira de criança? Não! Assunto sério. Foi graças a esse modelo de saída de emergência que hoje temos tantas normas de segurança para cinemas, por exemplo.

Então pessoal, o que acharam dessas imagens? Esses aparatos eram super tecnológicos (para a época), certo? Acreditam que tiveram sua importância para nossas vidas, apesar de pertencerem a ela? Encontraram algum erro na matéria? Possuem sugestões? Dúvidas? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Próxima Matéria
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+