• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como está a Feiticeira hoje em dia?

POR Bruno Dias    EM Entretenimento      04/10/19 às 19h27

A TV japonesa é considerada uma das mais bizarras do mundo. Os seus programas de auditório são bastante esquisitos. Os reality shows totalmente bizarros. E o mais impressionante é que o público parece adorar. Para se ter uma ideia, programas como "campeonato de masturbação" e "comendo bichos estranhos" têm uma audiência enorme.

Podemos até pensar que os japoneses são excêntricos, mas temos que olhar também para TV brasileira no passado. Ela não chegou muito longe disso. Com certeza a televisão brasileira foi e será um meio de comunicação que mais protagonizou momentos que marcaram a história. Ao que tudo parece e ao contrário do que se pensa, a coisa era bem liberal na telinha da televisão principalmente nas décadas de 1980 e 1990.

Essa era uma época de menos coerência e menos censura. A televisão brasileira explorava o apelo sexual às vezes de forma subliminar, outras vezes de forma bem escrachada mesmo. Até que, se você foi uma criança nos anos 1990, você já presenciou. E, provavelmente, ficou em uma situação bastante complicada a ponto de não querer estar perto dos seus pais ou que eles aparecessem na hora. E parecia que eles sempre apareciam bem na hora daquelas cenas em que a coisa está picante ou muito sensual.

E uma das coisas que marcaram a televisão dos anos 1990 foram as musas dos programas de auditório. Elas estavam presente no imaginário de quase todos daquela época. Como por exemplo, Luiza Ambiel, que era a estrale do quadro Banheira do Gugu.

Outras musas faziam sucesso em outros programas, como era o caso da Tiazinha e da Feiticeira. Ambas ficaram famosas em programas apresentados por Luciano Huck. Uma dessas musas era Joana Prado.

Carreira

A loira começou sua carreira como assistente de palco no Programa H, na Rede Bandeirantes. Depois de um tempo que ela criou a sua personagem "Feiticeira", ficou conhecida nacionalmente. A inspiração para criação da personagem veio da série de televisão Jeannie é um Gênio.

E depois que a personagem, feita por Suzana Alves, a "Tiazinha", saiu do programa de Huck, a Feiticeira passou a ser a maior atração do programa. Ela também virou repórter de dois programas de Otaviano Costa, o "O+" e "Super Positivo".

A própria Joana disse que não gostava de seu personagem. Mas, ao mesmo tempo, ela ainda nutre um carinho muito grande por ela. "Mesmo não gostando da época de Feiticeira, tenho um carinho muito especial por aquela fase. Quando me via de feiticeira, pensava: 'Não sou eu. Era um personagem totalmente diferente de mim'".

Vida

Depois que o contrato acabou com a Bandeirantes, em março de 2002, ela participou da Casa dos Artistas, do SBT. Enquanto ela participava do reality, ela reatou o seu namoro com o lutador de MMA, Vitor Belfort.

Ela é casada com Vitor Belfort e é mãe de três filhos. Longe dos holofotes, ela se tornou empresária. Recentemente, ela deixou muita gente impressionada quando compartilhou, em seu Instagram, uma foto com seu filho mais velho.

Na legenda, ela escreveu: "Só eu e ele hoje. Desliguei o telefone para curtir o jantar".

Próxima Matéria
Via   Metropoles  
Imagens Instagram
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+