• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como está o lugar da maior explosão não-nuclear do mundo 70 anos depois?

POR Mateus Graff    EM História      11/08/16 às 15h48

No dia 27 de novembro de 1944, em plena segunda-feira, por volta das 11:11 da manhã, uma nuvem parecida com um cogumelo levantou-se em RAF Fauld, um depósito de munições no interior da Inglaterra. Montes de terra pesando até uma tonelada começaram a cair no chão depois de serem levantadas para o céu.

A explosão que aconteceu há 70 anos deixou uma cratera de 90 metros de profundidade e cerca de 400 metros de largura. O número de mortos, embora não tenha sido exatamente especificado, mas poderia ser entre 40 a 70 mortos, incluindo militares, prisioneiros italianos e civis. A explosão aconteceu no subsolo do armazém de munições da Real Força Aérea ao sul da aldeia de Fauld.

001

Investigações oficiais afirmaram que a explosão foi causada por incompetência, pois a maioria dos oficiais superiores não estavam por perto no dia, e um funcionário tentou remover o detonador de uma bomba ativa com um cinzel de latão, causando uma faísca que lançou um efeito dominó enorme em toda a instalação. Algumas fazendas próximas a explosão desapareceram completamente, e uma barragem foi rompida como consequência da explosão. Além disso, mais de 200 cabeças de gado foram mortos na tragédia.

002

Bom, já se passaram mais de 70 anos da explosão, e um vídeo recente de Tom Scott para a série "Coisas que você talvez não saiba" do seu canal do Youtube, pode mostrar para vocês como essa cratera está. De acordo com Scott, o depósito subterrâneo estava cheio até a borda de bombas gigantes e munições durante a Segunda Guerra Mundial. O depósito foi construído em 1930 para abrigar explosivos menores, mas a guerra aumentou a demanda por armas maiores, fazendo com que o depósito ficasse acima da sua capacidade.

Esse acontecimento é muitas vezes considerado como uma das maiores explosões não-nucleares da história, e a maior de todas na Grã-Bretanha. A Cratera de Hanbury ainda é bastante notável na paisagem, mas vem sendo preenchida por terra ao longo do tempo. Pelo fato do governo afirmar que ainda existem bombas ativas no local. a entrada na cratera é proibida.

Na imagem abaixo vocês podem ver o que a natureza está fazendo com a enorme cratera, provando que mesmo que o homem consiga destruir as coisas em pouco tempo, a natureza consegue reconstruir os lugares com um processo a longo prazo.

2

A área que costumava ser uma colina com terrenos agrícolas nas proximidades, está cada vez mais se recuperando, confiram no vídeo abaixo com legenda em português.

E aí amigos, já conheciam a história da maior explosão não-nuclear da história? Comentem!

Próxima Matéria
Via   Daily Mail     Metro     Gizmodo  
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+