• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como Hollywood pode acertar na adaptação de animes

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      15/02/17 às 16h03

Podemos dizer que e 2009 os fãs de animes perderam a esperança em Hollywood. Muitas pessoas entraram nos cinemas para ver Dragonball Evolution e, grande parte delas, saiu de lá antes mesmo do filme terminar. O longa deveria ser uma adaptação do anime de grande sucesso Dragon Ball, porém, como de costume no caso de animes, Hollywood não entregou um bom trabalho.

Anos se passaram desde Dragonball Evolution estrear nos cinemas, mas a enorme falha da indústria americana continua sobre o radar dos fãs, tanto que muitos deles ainda estão desconfiados com o lançamento de Ghost in the Shell, mesmo depois dos materiais liberados. Para piorar, mais fãs enlouqueceram quando descobriram que um live-action de Naruto também está a caminho. Definitivamente é seguro dizer que fãs de animes não confiam em Hollywood para fazer adaptações.

Por isso, separamos algumas vias que, vejam bem, talvez, possam levar Hollywood a fazer as pazes com muitos fãs de animes.

1 - Equipe informada

Em primeiro lugar, o elenco precisa ser devidamente informados sobre o trabalho antes mesmo de começar as filmagens. Não cabe aos estúdios cobrir os caminhos daqueles que adaptam. Os diretores podem, e serão, responsabilizados pelo fracasso do filme quando ele chegar e isso poderia ser evitado caso eles, antes de tudo, entendessem o material que tem em mãos. Claro, não apenas o diretor mas, atores, atrizes, roteiristas, fotógrafos, figurinistas, toda a equipe.

2 - Elenco autêntico

Quando pensamos em personagens como Son Goku, imaginamos um homem alto, forte e de cabelos escuros (ou loiros). Naturalmente, os personagens de animes não são frequentemente condizentes com a realidade fisiológica humana, no entanto, existe uma base. Cada um deles tem uma raça definida, sexo e estética. Por isso, quando artistas muito fora da similaridade dos personagens são escalados, sempre há um alvoroço por parte dos fãs. Como foi o caso de Justin Chatwin quando foi escalado para interpretar Goku.

Lançar um filme live action baseado em anime é um tarefa complicada. O Japão vem fazendo isso há anos e, normalmente, seu elenco é bem representado, ao menos na fisionomia. Adaptações ocidentais podem ser diferentes por questões raciais, mas isso não impede a falta de autenticidade.

3 - Tom e direção

Outra coisa que não resolve muito é acertar na escalação do elenco e errar feio na ambientação do filme. Por exemplo, já imaginou se Dragon Ball fosse adaptado para um cenário futurista? Ou se a história de Naruto fosse trocada para uma cidade, onde bairros inimigos disputariam o poder das ruas entre si? Faria algum sentido? Por isso, a ambientação é uma parte muito importante no processo de adaptação.

4 - Manter o foco no material de original

Os fãs prezam pela conservação de personalidade dos personagens, algo que não funciona muito bem nas adaptações de Hollywood. Quando apenas uma conversa seria suficiente para encerrar um desentendimento, a indústria vai lá e coloca uma cena de briga, de preferência com algumas explosões. Além, claro, de tentar sexualizar tudo e todos. Neste caso, Hollywood precisa encontrar um equilíbrio entre tentar agradar os fãs e fazer um bom trabalho.

Então, será que esses passos poderiam dar certo em Hollywood? Acrescentariam mais alguma dica aos estúdios de Los Angeles? Apenas lembrando que nossa intenção não é ofender os gostos de ninguém, apenas informar e entreter.

Próxima Matéria
Via   Comicbook  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+