• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como o tipo de parto que a sua mãe teve influenciou nas bactérias do seu organismo?

POR Nádia Lima    EM Curiosidades      24/09/19 às 20h18

A forma de vir ao mundo muda radicalmente sua saúde. Cientistas britânicos, em estudo, promovido pelo Instituto Wellcome Sanger, UCL e Universidade de Birmingham, afirmam que os primeiros contatos com as bactérias são peças-chaves para o desenvolvimento do sistema imunológico.

 Para diversas funções importantes, o corpo precisa da ajuda de outros microrganismos. Assim, bactérias, vírus e fungos têm papel fundamental para a digestão e defesa do nosso organismo.

Dessa forma, a maioria das bactérias está alojada no intestino. Um exemplo é a Escherichia coli, que vive no nosso intestino grosso e auxilia na produção de vitamina K. Do mesmo modo, que com algumas vitaminas do complexo B.

Por exemplo, esses seres também têm aplicação na economia, como na produção de iogurtes, vacinas, antibióticos. Além do campo estético e médico, com o uso da toxina botulínica, o botox.

Contato no nascimento

Logo ao nascer, o bebê sai do útero da mãe - um ambiente estéril e protegido, e passa a conviver com um mundo repleto de microrganismos.  O que os estudos recentes mostram, é que esse contato é benéfico para o desenvolvimento da saúde global e reflete até mais tarde na vida.

Além disso, ao longo do primeiro ano de idade, o estudo promoveu a análise de cerca de 600 fraldas, com amostras fecais. A publicação do estudo, na revista Nature, chegou à conclusão de que o parto normal propicia que a microbiota da mãe passe para o bebê. Já aquelas crianças, nascidas por cesariana, apresentavam altos índices de perigosas e resistentes bactérias hospitalares.

Como isso afeta a saúde

O desenvolvimento do sistema imunológico é a chave para uma vida saudável. A defesa do organismo contra infecções é ativada quando o corpo entra em contato com elementos estranhos. A partir daí, são produzidos anticorpos que combatem e eliminam esses antígenos.

Dessa forma, quando o corpo não consegue reagir de forma eficiente, o resultado são as doenças. Ter entrado em contato com diversos tipos de agentes, causadores de enfermidades, provoca a formação de uma espécie de memória. Ser exposto a vários micróbios ajuda a treinar o sistema imunológico para diferenciar entre as bactérias boas e ruins.

Portanto, essas bactérias, que nos colonizam primeiro, logo no nascimento, são peças-chaves para um futuro promissor.

Mudança de rumo

Além da forma de nascer, a amamentação e o uso de antibióticos também têm influência direta nessa equação de equilíbrio e no fortalecimento das defesas.

Estudos anteriores faziam acreditar que a prática da semeadura vaginal, que consiste em esfregar os fluidos na mãe no bebê, traziam bons resultados. Os pesquisadores concluíram que a prática é desaconselhada, por expor o recém-nascido à bactérias potencialmente perigosas.

Em conclusão, as descobertas desses benefícios são inovadoras, mas, não devem condenar as mulheres que passam por um parto médico. A cesariana é uma via de parto que possibilita salvar muitas vidas, em casos de risco. Em futuro próximo, será possível até implantar um coquetel de boas bactérias em bebês que nascerem de parto cesáreo.

Próxima Matéria
Nádia Lima
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+