• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como Pantera Negra e Capitã Marvel chegaram ao MCU?

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      29/09/19 às 23h30

Embora Vingadores: Ultimato tenha fechado o arco de muitos personagens, também ampliou a potencialidade narrativa de outros. Por exemplo, os seis heróis originais morreram, se aposentado ou seguiram uma nova jornada. Porém, vimos que, muito antes de cada um cumprir sua respectiva sina, o mundo já estava em boas mãos. Ainda no começo do longa, foi mostrado que Natasha Romanoff, juntamente com Rocket, Okoye, Rhodes, Nebula e Capitã Marvel, estavam segurando muito bem as pontas pelo universo. Portanto, embora a produção dos Irmãos Russo se trate de uma despedida dos Vingadores tradicionais, também significa uma passagem de manto. Contraditoriamente, muitos personagens que hoje estão encarregados de guiar as próximas fases do Universo Cinematográfico da Marvel, quase não chegaram às telas. Apesar de não ser algo amplamente discutido, existia uma grande oposição por parte dos executivos da Marvel Entertainment.

Por muitos anos, a Marvel Studios foi criticada por sua falta de diversidade. Inclusive, esse era um dos principais pontos negativos, sempre que a empresa era comparada a sua principal concorrente. Posteriormente, aos poucos, as séries foram aderindo a uma maior representatividade. Enquanto isso, no cinema, a companhia parecia estagnada. Todavia, tudo mudou em 2018, quando Pantera Negra chegou fazendo história para os filmes de super-heróis. Em seguida, um ano depois, a Marvel lançou o primeiro filme solo de uma heroína. No entanto, isso poderia ter acontecido muito antes. Segundo Bob Iger, o CEO da Disney, a Marvel era seu próprio obstáculo quando se tratava de trazer Pantera Negra e Capitã Marvel para o MCU.

O problema da falta de diversidade

Não é segredo pra ninguém que, desde a primeira fase do MCU, o estúdio já cogitava um filme da Viúva Negra. Por que isso não aconteceu? Segundo os executivos, heroínas não eram inspiradoras o suficiente para impulsionar a venda de merchandising. Além disso, na San Diego Comic-Con de 2018, foi revelado que existiam artes conceituais para o filme do Pantera Negra prontas, desde 2011. Porém, qual motivo ocasionou o atraso de sete anos para o lançamento da produção? De acordo com Iger, as limitações eram impostas pela própria diretoria da Marvel.

Iger contou em seu livro, The Ride of a Lifetime, que colocou Kevin Feige no comando do estúdio para que ele se reportasse diretamente à Disney. O intuito era desviar do CEO da Marvel, Ike Perlmutter. Em um capítulo dedicado inteiramente à Casa das Ideias, Iger fala sobre a compra da empresa em 2009, por 4 bilhões de dólares e, sobre os problemas ocasionados por Perlmutter. Consequentemente, foi isso que levou a separação das empresas em 2015. Segundo a biografia, Feige lutava por heróis mais diversos, porém ele sempre esbarrava em comentários como "super-heroínas não rendem grandes bilheterias". Felizmente, hoje Capitã Marvel e Mulher-Maravilha provaram que isso é uma falácia.

Entretanto, quando Pantera Negra e Capitã Marvel foram anunciados em 2014, Feige ainda se reportava a Perlmutter. O que aconteceu para a súbita mudança de ideia? Iger conta que assim que Feige escalou Chadwick Boseman em Capitão América: Guerra Civil, já tinha imaginado Pantera Negra. Sendo assim, o CEO da Disney resolver ler os quadrinhos do herói e imediatamente ligou para Perlmutter. "Liguei para Ike e disse a ele para dizer à sua equipe para parar de colocar obstáculos", contou Iger. Por fim, ele ordenou que Pantera Negra e Capitã Marvel fossem colocados em produção.

Próxima Matéria
Via   MCU Cosmic  
Imagens Marvel
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+