icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Como seria o mundo se as mulheres fossem fisicamente mais fortes que os homens?

POR Lucas Curado EM Entretenimento 23/11/17 às 12h53

capa do post Como seria o mundo se as mulheres fossem fisicamente mais fortes que os homens?

Já parou para pensar o que aconteceria se as mulheres tivessem mais força física que o homem ao longo da história? Muitas se especula que as relações de poder e dominação mudariam drasticamente. Antigamente, quando ainda vivíamos no meio selvagem, características como violência e força eram uma forma para confrontar o meio hostil natural. O homem, devido as características evolutivas da especie humana, era os músculos da sociedade. Nessa época, se fossem as mulheres que detivessem a força, as coisas poderiam ser bem diferentes.

A Fatos Desconhecidos traz hoje para você uma matéria que contempla esse cenário hipotético citado a cima. Se as mulheres, nos primórdios da humanidade fossem mais fortes que os homens? Possivelmente as relações de trabalho, sociedade e simbologia que permeia nosso mundo seriam diferentes. Felizmente, nós não vivemos mais na natureza selvagem.

Diferenças Físicas

Hoje podemos observar que muitas mulheres estão se aproximando cada vez mais dos homens em várias modalidades atléticas, mas é inegável que exista diferenças biológicas básicas. Homens em média tendem a ser maiores e mais forte no quesito físico que as mulheres.  Homens tendem a ter 40% de força e 33%, na parte superior e inferior do corpo consecutivamente, a mais que as mulheres. Por mais que isso não faça tanta diferença atualmente, a milênios atrás era um fator desicisivo que influenciou as relação sociais da nossa espécie.

O que aconteceria se as mulheres fossem mais fortes que os homens em quesitos físicos? Não só a estrutura de seus corpos seriam diferentes, mas também  a estrutura social que desenvolveríamos ao longo da história. Isso influenciária o comportamento social no geral.

Mudanças

Se imaginarmos um universo paralelo onde as mulheres fossem mais forte fisicamente que os homens, isso iria mudar diversas funções nas mesmas. Elas teriam uma elevação maior de testosterona em seus corpos, o que provavelmente afetaria na questão reprodutiva e comportamental.

Usando como base o homem, segundo uma pesquisa de Michael Band Petersen, homens com membros superiores mais forte tendem a se favorecer de politicas públicas. A mesma pesquisa aponta que homens ricos, de mesma força, não são muito favoráveis a redistribuição de dinheiro e auxilio para pessoas em pior condição financeira.

Michael Band Petersen também argumenta que homens mais fortes tendem a ser mais competitivos e hierárquicos devido serem mais susceptíveis a comportamentos ancestrais. Ainda existe também um debate  sobre até onde a "agressividade e dominância masculina" possui um caráter biológico ou social.

Se a mulher fosse mais forte desdo principio, ela provavelmente ira ter experiências similares ao dos homens ao longo da história.

Matriarcado

Viveríamos um matriarcado, já que as relações de poder vindos de nossa ancestralidade seriam diferentes. As mulheres seriam as caçadoras , provedoras e assim retendo o poder no meio primitivo. Isso influenciaria a relação de poder na sociedade e hierarquia, aumentando a chances de uma dominância feminina. Isso é uma figura hipotética baseada na estrutura que o meio selvagem demandava para o humano.

Hoje já não vivemos em um meio onde é a lei do mais "forte" que rege o meio, são outros tempos. As barreiras entre os sexos então sendo progressivamente destruídas e evoluído para o que nosso mundo hoje pede. Mulheres estão se tornando mais independentes e a tecnologia demanda melhor utilização do intelecto ao invés da força bruta.

A dominação se aprofunda em aspectos muito mais complexos que simplesmente força bruta e a estruturação da sociedade é fluída. Afirmar a imutabilidade desses fatores é um equivoco. Um exemplo disso é a dominação masculina branca ao longo da história, mesmo que negros com porte físico mais robusto seja maior por estatística. As relações de poder são uma teia complexa de fatores.

Como já dito, a sociedade não demanda mais força bruta, violência ou hierarquias discrepantes. O que se pede é a aproximação de oportunidades para ambos os gêneros. Consequentemente, gerando a transformação das estruturas hierárquicas e  simbólicas que vemos hoje em dia. Se as mulheres fossem mais fortes que os homens, supostamente teríamos os papeis invertidos. Deve sempre se levar em conta que a história se transforma da mesma forma que está transformando nossa sociedade atual. A contemporaneidade não demanda mais força bruta e sim o intelecto. indistinto de gênero.

E aí, o que achou da matéria. Deixe seu comentário e até a próxima.


Próxima Matéria
avatar Lucas Curado
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest