icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Como seria viver na gravidade de Marte?

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      13/12/19 às 12h16
capa do post Como seria viver na gravidade de Marte?

Embora, a Terra e Marte compartilhem de algumas similaridades, são dois planetas completamente distintos. Em vários sentidos. É claro que o planeta vermelho ainda é um mistério para nós humanos. Mas já sabemos algumas coisas a respeito dele. Por exemplo, você sabia que uma pessoa ,que pesa 100 quilos aqui na Terra, pesaria apenas 38 quilos em Marte? Sim, é uma diferença e tanto, que acontece devido à gravidade, que lá é muito menor do que a gravidade da Terra. E é graças a essa diferença gritante na gravidade, que viver em um planeta, como Marte, seria muito diferente do que estamos acostumados aqui, na Terra.

O universo ainda é uma incógnita e ainda há muito o que descobrir do espaço sideral e seus objetos. Será que existe vida fora da Terra? Como é a vida em outros planetas? E por aí vai. Viver em uma planeta com uma gravidade bem menor do que estamos acostumados, como é Marte, ainda é uma pergunta que intriga os cientistas. No entanto, existem algumas hipóteses, de como seria, para os humanos, viver na gravidade do planeta vermelho.

Gravidade em Marte

Para começar, precisamos entender que a gravidade de Marte é muito menor do que a gravidade da Terra. Na verdade, ela é 62% menor do que a do nosso planeta. Ou seja, todas as coisas, inclusive nós, seriamos 62% mais leves. Para saber o porquê de haver menos gravidade em Marte, basta usar os postulados da física clássica. Seguindo os ensinamentos de Newton, podemos saber que a força gravitacional exercida por um objeto é proporcional a sua massa. Isso significa que basta saber a massa de Marte, para determinar a sua gravidade.

Então, a partir de dados como diâmetro, massa e densidade de Marte, os cientistas conseguiram determinar qual a sua exata gravidade. Levando em consideração que Marte é um planeta significativamente menor do que a Terra, e também menor em densidade, podemos deduzir que ele terá menos densidade.

Sabendo o porquê da gravidade em Marte ser menor do que a Terra, podemos imaginar quais seriam as consequências disso sob os seres humanos. No caso, seria possível então, que nós vivêssemos em Marte, levando em consideração apenas a gravidade?

Vivendo em Marte

Ignoremos, por um instante, todos os demais elementos diferenciadores entre a Terra e Marte, e vamos focar apenas na gravidade. Mas para ir além nessa questão, precisamos entrar no campo especulativo, já que não tem como saber disso com certeza.

Para começar, existem evidências científicas de que astronautas, em missões espaciais há vários meses, mostraram uma perda significativa de massa muscular. Então, isso é algo a se levar em consideração. Até porque faz muito sentido, já que, quando nos exercitamos menos, acabamos perdendo massa muscular.

Mas isso é só um detalhe, as consequências de viver em uma gravidade consideravelmente menor podem ser inimagináveis. O fato é que nossos corpos foram criados para a vida na Terra, e evoluíram para se adaptar a essas condições. Então, sujeitá-los à condições extremamente diferentes, por muito tempo, poderia acarretar consequências imprevisíveis.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest